domingo 26 de junho de 2022
Foto: Reprodução/ABC
Home / NOTÍCIAS / Cientistas britânicos testam vacinas para câncer de próstata, ovário e pulmão
terça-feira 17 de maio de 2022 às 09:52h

Cientistas britânicos testam vacinas para câncer de próstata, ovário e pulmão

NOTÍCIAS, SAÚDE


Pesquisadores da farmacêutica britânica Oxford Vacmedix, empresa fundada por cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, estão realizando testes em voluntários com uma nova vacina contra três tipos de câncer: próstata, pulmão e ovário.

A vacina ataca uma proteína específica chamada survivina, produzida pelas células cancerígenas e utilizada para reduzir as ações do sistema imunológico, impedindo-o de atacá-las e fazendo com que o tumor progrida ainda mais.

Segundo a empresa responsável, a vacina foi feita a partir de uma versão sintética da proteína original, que foi usada para “ensinar” o organismo a reconhecer e atacar tumores cancerígenos.

A substância está sendo testada em 35 pacientes com câncer no Reino Unido, cada um dos quais receberá três doses do imunizante, com intervalo de duas semanas entre elas, e será monitorado pelos próximos seis meses para acompanhar os efeitos da vacina em a progressão dos tumores.

Segundo os pesquisadores, os resultados iniciais mostraram-se promissores com , mas ainda são necessárias várias etapas das pesquisas realizadas em longo prazo para evitar possíveis efeitos colaterais e para que a vacina chegue às prateleiras das farmácias.

Embora inicialmente se espere que a vacina tenha efeitos apenas nos cânceres de próstata, pulmão e ovário, há a expectativa de que também seja funcional para outros, trazendo esperança no tratamento do câncer.

O imunizante é esperado com expectativa pela comunidade científica, pois representa um enorme avanço no tratamento de tumores cancerígenos, uma das doenças mais letais da atualidade, segundo levantamento da OMS, o câncer é a segunda causa de morte no mundo em 2018, responsável por mais de 9 milhões de mortes. No mundo, sete em cada dez mortes estão relacionadas à doença e 70% dos casos ocorrem em países de baixa e média renda, com a produção da vacina o tratamento pode ser mais barato.

Veja também

Revelada nova bateria de automóvel com 1.000 km de alcance e recarga em 10 minutos

A gigante chinesa CATL está pronta para a produção em larga escala deste acumulador de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!