terça-feira 23 de julho de 2024
Foto: Divulgação
Home / ELEIÇÕES 2024 / “TSE se dedica a garantir a liberdade de escolha do eleitorado”, afirma presidente do TSE
quinta-feira 2 de maio de 2024 às 08:17h

“TSE se dedica a garantir a liberdade de escolha do eleitorado”, afirma presidente do TSE

ELEIÇÕES 2024, JUSTIÇA, NOTÍCIAS


“O Tribunal Superior Eleitoral vem se dedicando a reforçar a liberdade de escolha das eleitoras e dos eleitores”, destacou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, no encerramento do seminário “Democracia, Assédio Eleitoral e Liberdade de Escolha”, que ocorreu na sede da Corte na última terça-feira (30). O evento foi promovido pela Escola Judiciária Eleitoral do Tribunal (EJE/TSE), em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT).

“Lamentavelmente, o que nós verificamos de tempos para cá, não só no Brasil, no mundo, é que esse novo populismo extremista que surgiu pretende atacar a liberdade de escolha do eleitorado com a desinformação, com as notícias fraudulentas, revivendo fórmulas antigas que todos nós achávamos que já estavam superadas. E uma dessas fórmulas é exatamente o assédio eleitoral”, ressaltou Moraes.

Transmitido pelo canal do TSE no YouTube, o evento reuniu autoridades e especialistas para debater caminhos mais eficientes para enfrentar o assédio eleitoral no ambiente de trabalho. Além do ministro Alexandre de Moraes, participou da programação do seminário no período da tarde a vice-presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, que conduziu palestra sobre “Democracia e Liberdade de Escolha”.

Em suas considerações iniciais, a ministra destacou o papel da Corte de assegurar o cumprimento das escolhas feitas com liberdade. “Tendo em vista o nosso objetivo de garantir que o cidadão tenha liberdade de escolha, tenha confiança em que a escolha que ele fizer livremente será devidamente apurada, o que for apurado será proclamado e o que for proclamado como resultado será executado”, disse a ministra.

Também participaram da programação vespertina o diretor da EJE/TSE, ministro Floriano de Azevedo Marques, o ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Maurício Godinho, a procuradora da República e assessora especial da Procuradoria-Geral Eleitoral, Nathália Mariel, e a procuradora regional do trabalho Adriane Reis de Araújo.

Veja também

Maternidade no Subúrbio Ferroviário de Salvador é destaque em atendimento humanizado pelo SUS

Às 7h42 de 2 de junho de 2024, a enfermeira Carina Aguiar Pitanga Suares, de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!