segunda-feira 25 de outubro de 2021
Imagem: Divulgação
Home / JUSTIÇA / MP-BA recomenda à Secretaria de Administração Penitenciária fiscalização de serviços de saúde nas unidades prisionais
quarta-feira 28 de julho de 2021 às 11:04h

MP-BA recomenda à Secretaria de Administração Penitenciária fiscalização de serviços de saúde nas unidades prisionais

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


O Ministério Público da Bahia (MP-BA) recomendou à Secretaria Estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) que fiscalize a execução do contrato prestado pelo Instituto ISAS, responsável pelos serviços de saúde nas unidades prisionais, nomeando um fiscal para o contrato nesses locais.

A recomendação foi enviada para os diretores das seguintes unidades: Casa do Albergado e Egresso; Cadeia Pública de Salvador; Central Médica Penitenciária; Centro de Observação Penal; Conjunto Penal Feminino; Colônia Penal Lafayete Coutinho; Hospital de Custódia e Tratamento; Penitenciária Lemos Brito; Presídio Salvador; e Unidade Penal Extraordinária (criada para receber internos com coronavírus).

O contrato entre o Instituto ISAS e a Seap prevê que compete ao contratante a fiscalização dos serviços in loco sob o aspecto quantitativo e qualitativo, nomeando, através da diretoria da unidade prisional, o fiscal para o contrato para a fiscalização sistemática, prestação do cumprimento da escala mensal, frequência diária dos prestadores de serviços e declaração de execução dos serviços contratados’, destacou a promotora de Justiça Andréa Ariadna, autora da recomendação.

No documento, o MP recomendou ainda que seja fiscalizada a assiduidade dos profissionais da empresa terceirizada prestadora de serviços médicos nas referidas unidades, por meio de controle próprio; e que seja realizado o acompanhamento do contrato, registrando todas as irregularidades encontradas, dando ciência imediata a seus superiores e ao setor da Seap responsável pelo controle e fiscalização de contratos.

Veja também

Michelle Bolsonaro tem planos de candidatura, diz colunista

Sem possibilidades de se candidatar a nenhum cargo eletivo enquanto o marido for presidente, Michelle …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!