domingo 21 de julho de 2024
Ex-comandante do Exército Marco Antônio Freire Gomes - Foto: Reprodução/Rede social
Home / DESTAQUE / Ex-comandante do Exército diz à PF que Bolsonaro apresentou decreto para suposto golpe
sexta-feira 15 de março de 2024 às 09:51h

Ex-comandante do Exército diz à PF que Bolsonaro apresentou decreto para suposto golpe

DESTAQUE, NOTÍCIAS


O ex-comandante do Exército Marco Antônio Freire Gomes confirmou à Polícia Federal que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) apresentou a ele e aos outros comandantes das Forças Armadas uma minuta de decreto para instaurar um estado de defesa no TSE e “apurar a conformidade e legalidade do processo eleitoral” de 2022.

Freire Gomes depôs à PF no dia 1º de março, na condição de testemunha, por mais de 7 horas.

O teor da fala do ex-comandante aos investigadores foi divulgado pelo site da revista “Veja” nesta quinta-feira (14) e obtido em seguida pelo jornal O Globo. A TV Globo também teve acesso às informações.

A informação sobre a apresentação da minuta por Bolsonaro aos comandantes das Forças foi antecipada pela colunista Miriam Leitão, da Globo News no último dia
5.

Segundo o depoimento do general, o documento foi apresentado aos comandantes das Forças em uma reunião no Palácio da Alvorada em dezembro de 2022.

Freire Gomes disse à PF que o conteúdo era semelhante ao da minuta encontrada pela PF em janeiro de 2023 na casa do ex-ministro da Justiça, Anderson Torres.

Naquela oportunidade, o documento encontrado na residência do ex-ministro da Justiça previa a decretação de um “Estado de Defesa na sede do Tribunal Superior Eleitoral” e a criação de uma “Comissão de Regularidade Eleitoral”, comandada pelos militares e com o objetivo de “garantir a preservação ou o pronto restabelecimento da lisura e correção do processo eleitoral.”

Veja também

Bahia passa a ter todos os 417 municípios interligados por asfalto

Em reunião com lideranças da cidade de Caetanos, no sudoeste baiano, o governador Jerônimo Rodrigues …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!