quinta-feira 9 de dezembro de 2021
Foto: Reprodução/STF
Home / JUSTIÇA / CPI: Barroso determina devolução do passaporte do empresário Carlos Wizard
sexta-feira 2 de julho de 2021 às 15:11h

CPI: Barroso determina devolução do passaporte do empresário Carlos Wizard

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso determinou nesta sexta-feira (2) a devolução do passaporte do empresário Carlos Wizard. Conforme o G1, o documento foi apreendido quando Wizard chegou ao Brasil, na última segunda (26), para depor à CPI da Covid.

O passaporte do empresário foi apreendido por uma equipe da Polícia Federal no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, onde ele desembarcou vindo dos Estados Unidos.

“Diante do exposto, defiro a liminar para determinar a devolução do passaporte do paciente, incumbindo ao Juízo da 1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Campinas (Petição Criminal nº 5008462.19.2021.403.6105) a adoção das providências necessárias. Comunique-se, com urgência, à autoridade impetrada e ao Juízo da 1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Campinas. Publique-se”, diz a decisão.

No depoimento à CPI, na última quarta (30), Wizard usou os 15 minutos definidos pela comissão para uma apresentação inicial e, em seguida, se negou a responder as perguntas dos senadores.

O direito de permanecer em silêncio foi definido pelo próprio ministro Luís Roberto Barroso, baseado no fato de que Carlos Wizard é formalmente investigado pela comissão e não poderia ser obrigado a produzir prova contra si próprio.

Frente à negativa de Wizard, o relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), chegou a declarar durante a sessão que o melhor seria manter o passaporte apreendido.

“Queria lembrar ao presidente Omar Aziz que nós incorporaremos aqui mais um motivo para não liberação do passaporte do depoente porque são muitas as perguntas que temos a lhe fazer na medida em que ele faz valer seu direito. A sua garantia, que nós, claro, respeitamos, defendemos sempre como pilar da democracia, exatamente nesse momento em que ela claudica, corre perigo”, afirmou Calheiros.

Veja também

Nubank ultrapassa o Itaú e se torna o banco mais valioso da América Latina valendo R$ 230 bilhões

O banco digital Nubank precificou suas ações nesta última quarta-feira (8) a US$ 9 cada, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!