domingo 21 de julho de 2024
O deputado Marcos Pereira, presidente do Republicanos, durante sessão na Câmara — Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados/12-07-2023
Home / DESTAQUE / Após afastamento, Marcos Pereira procura apoio de Bolsonaro pela sucessão de Lira
quarta-feira 6 de março de 2024 às 06:21h

Após afastamento, Marcos Pereira procura apoio de Bolsonaro pela sucessão de Lira

DESTAQUE, NOTÍCIAS, POLÍTICA


Presidente do Republicanos, o deputado federal Marcos Pereira (SP) procura restabelecer diálogos com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) como forma de se cacifar pela sucessão de Arthur Lira (PP-AL) na presidência da Câmara. Pereira fez contato segundo Gabriel Sabóia, do jornal O Globo, com interlocutores de Bolsonaro no último mês e pediu um café entre eles, após desavenças nos últimos anos. A sinalização do ex-mandatário teria sido positiva em relação à possibilidade de um encontro.

O contato teria sido feito após uma reunião com Lira em fevereiro, no qual o presidente da Câmara colocou ao deputado do Republicanos a necessidade de conseguir apoio da bancada bolsonarista. Esta seria uma espécie de “condição” para que Pereira seja o único candidato do Centrão nas eleições que ocorrerão em 2025. Lira sonha com um acordo em que o cacique do Republicanos ou o líder do União Brasil na Câmara, Elmar Nascimento (BA) — que é tido até agora como o candidato mais provável do presidente da Casa à sua sucessão — unam forças em torno de uma única candidatura.

Nas contas do alagoano, o somatório de votos dos partidos de centro com o bolsonarismo seria suficiente para garantir a vitória para o grupo. Pereira, entretanto, teria refutado a possibilidade de abrir mão da própria empreitada para compor com Elmar em qualquer condição, mas tratou de seguir o conselho de Lira e ir atrás de Bolsonaro.

Pereira e Bolsonaro estavam rompidos há mais de um ano, desde que o presidente do Republicanos criticou a viagem do ex-presidente para os Estados Unidos após perder as eleições de 2022 e disse que “ele deveria fazer oposição ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Brasil”. Em outro episódio que gerou desgastes, ocorrido neste ano, Pereira viajou a São Paulo no mesmo avião que Lula, onde inauguraram um túnel. A pessoas próximas, Bolsonaro criticou a aproximação dele com os governistas.

Em outro ponto da conversa com Lira, Pereira avisou que o Republicanos não cogitaria a possibilidade de entrar na disputa com outro nome, como o líder da legenda na Câmara, Hugo Motta. A possibilidade de Motta ser candidato agradaria tanto a Lira quanto uma ala do governo, entretanto, não deve properar, se depender do presidente do Republicanos.

Veja também

Governo Milei expõe grave fraude na Argentina envolvendo pensões durante gestões anteriores; entenda

O recente governo argentino liderado por Javier Milei trouxe à luz uma série de irregularidades e fraude …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!