quinta-feira 18 de julho de 2024
Foto: Codevasf
Home / NEGÓCIOS / Agro ganha reforço de R$ 7,6 bilhões em créditos rurais para os próximos dias
sexta-feira 9 de junho de 2023 às 16:58h

Agro ganha reforço de R$ 7,6 bilhões em créditos rurais para os próximos dias

NEGÓCIOS, NOTÍCIAS


Prestes a ser lançado o Novo Plano Safra 2023/2024, focado na Agricultura de Baixo Carbono, os produtores rurais do Brasil poderão contar com um reforço de aproximadamente R$ 7,6 bilhões em crédito rural e financiamento dolarizado para os próximos dias. O anúncio foi feito pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), durante a abertura da 17ª edição da feira Bahia Farm Show, na última terça-feira (6), em Luis Eduardo Magalhães, oeste da Bahia.

Para Lula, é uma responsabilidade estratégica do Governo Federal estar atento para dar suporte a todas as engrenagens do agronegócio, setor considerado indispensável para o crescimento do país. “É obrigação do Estado criar as condições de ajudar”, enfatizou o presidente.

“Estamos vivendo uma fase de muito incentivo. A retomada de programas de investimentos com toda a força e determinação do presidente Lula”, comentou o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, ao anunciar o complemento de R$ 3,6 bilhões para o Plano Safra 2022/2023, que está em vigor.

Disponibilizados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), os recursos para a Safrinha ofertam crédito rural para todos os programas agropecuários do Governo Federal, permitindo investimentos em custeio, inovação, maquinário e comercialização. Fávaro ainda lembrou que, no início do ano, foram liberados R$ 2,9 bilhões para reforço do Plano Safra.

Considerada um sucesso, a linha de financiamento em dólar para crédito rural, desenvolvida pela parceria entre Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e BNDES, conta com R$ 4 bilhões no BNDES Crédito Rural — que, a partir de agora, também poderão ser utilizados para financiamento de construção e ampliação de armazéns, irrigação, formação e recuperação de pastagens, geração e distribuição de energias de fontes renováveis e regularização ambiental da propriedade.

O financiamento conta com taxa de juros fixas de até 8,06% ao ano mais a variação do dólar e prazo de 120 meses, com até 24 de carência. Ao todo, neste primeiro semestre, o BNDES disponibiliza cerca de R$ 11 bilhões para o setor agropecuário. Já o Banco do Brasil, em maio de 2023, registrou o maior investimento de toda a sua história no setor, totalizando aproximadamente R$ 15 bilhões.

Veja também

Justiça absolve Sérgio Cabral em ação sobre à saúde pública

A 9ª Vara de Fazenda Pública do Rio de Janeiro absolveu numa ação de improbidade …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!