sábado 13 de julho de 2024
Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / Três empresas disputam pela fabricação do rover que irá à Lua
quinta-feira 4 de abril de 2024 às 09:07h

Três empresas disputam pela fabricação do rover que irá à Lua

NOTÍCIAS


A Nasa anunciou, nesta última quarta-feira (3), as três empresas que competirão na fabricação de um veículo terrestre para transportar astronautas em território lunar durante as missões Artemis no final desta década.

As empresas selecionadas para fabricar o rover, como é chamado esse tipo de veículo de exploração espacial, são a Intuitive Machines, sediada no Texas, que em fevereiro pousou uma sonda perto do polo sul lunar; Lunar Outpost, do Colorado; e Venturi Astrolab, da Califórnia.

A agência espacial americana encarregou essas empresas de desenvolver os projetos em contratos no valor total de US$ 4,6 bilhões (R$ 23,3 bilhões).

“À medida que os astronautas exploram o polo sul da Lua durante nossas missões Artemis, eles poderão ir mais longe e realizar mais ciência do que nunca, graças ao veículo terrestre lunar […] Isso dará à tripulação a capacidade de viajar a uma distância muito maior de seus locais de pouso”, disse Vanessa Wyche, Diretora do Centro Espacial Johnson, em Houston, no Texas, em uma coletiva de imprensa.

Após um ano de desenvolvimento, apenas uma das empresas será escolhida para enviar seu rover à Lua, pelo menos para a missão Artemis V programada para 2030. O veículo terá espaço para dois astronautas.

Deve ser equipado com um braço robótico para coletar amostras e transportar equipamentos científicos. Além disso, deve ser capaz de funcionar de forma autônoma quando os astronautas não estiverem presentes, uma grande diferença em relação à época do programa Apollo.

“Estamos construindo as capacidades necessárias para estabelecer uma exploração e presença na Lua a longo prazo”, disse Jacob Bleacher, cientista-chefe de Exploração da Nasa. “Gosto de imaginar as vistas e panorâmicas que o LTV [veículo de terreno lunar, na sigla em inglês] nos permitirá ver da superfície da Lua”, acrescentou.

 Compreendendo a Lua

O polo sul lunar, onde existe água congelada, ainda não foi visitado por humanos. “A Nasa quer saber quanto gelo há abaixo da superfície e se podemos acessá-lo”, explicou Bleacher.

Isso “nos ajudará a entender como a Lua se formou e evoluiu, e poderia fornecer um recurso para futuros exploradores”, acrescentou. Embora a região também apresente condições difíceis, especialmente em termos de temperaturas extremas.

A Nasa solicitou que a empresa vencedora possa fornecer seus serviços de transporte por dez anos, possivelmente enviando vários rovers sucessivamente. O contrato com a Nasa também deixa a possibilidade de utilizar o veículo para clientes privados.

A Intuitive Machines está trabalhando em seu protótipo, o RACER (Rover Autônomo de Exploração Reutilizável Tripulado), em parceria com a AVL, Boeing, Michelin e Northrop Grumman.

A Venturi Astrolab está desenvolvendo o FLEX (Logística e Exploração Flexíveis), juntamente com a Axiom Space e a Odyssey Space Research.

Enquanto a Lunar Outpost está desenvolvendo o “Lunar Dawn”, em colaboração com as empresas Lockheed Martin, General Motors, Goodyear e MDA Space.

Os Estados Unidos planejam enviar astronautas de volta à Lua e construir uma base lá como parte do programa Artemis. A primeira missão tripulada, Artemis 3, está prevista para chegar à superfície da Lua em 2026.

Veja também

Jabes Ribeiro abre o jogo sobre futuro na disputa pela prefeitura de Ilhéus

Rumores sobre a possível retirada da pré-candidatura de Jabes Ribeiro (PP) para prefeitura de Ilhéus …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!