terça-feira 28 de maio de 2024
Home / DESTAQUE / ‘Se houver surpresas nas urnas baianas, serão no varejo’, diz jornalista

‘Se houver surpresas nas urnas baianas, serão no varejo’, diz jornalista

Foto: Reprodução/EBC
sábado 29 de setembro de 2018 às 17:05h

As surpresas que as urnas sempre provocam, a julgar pelas pesquisas até agora divulgadas vão ficar para o varejo, com favoritos não eleitos para deputado e as zebras. Mas o melhor está na briga pela segunda vaga no Senado, a rigor, ainda indefinida.

Quem leva, Angelo Coronel, um desconhecido da maioria com apoio da força de um governador (Rui Costa) bem avaliado e favorito na reeleição ou Irmão Lázaro, um cantor ancorado na sua popularidade de artista?

No comecinho da campanha uma pesquisa interna da banda governista revelou que 53% dos baianos nunca ouviram falar em Angelo Coronel, apenas 77% já tinham ouvido falar e 30% conheciam. Para disputar uma majoritária estadual, pouquíssimo competitivo, mais para poste, até porque conhecer não quer dizer gostar, muitíssimo pelo contrário.

Na oposição

Na primeira banda da oposição, Irmão Lázaro, deputado federal, ex-Olodum, hoje evangélico e cantor gospel, com oito milhões de seguidores nas redes sociais, por isso vice-líder nas pesquisas. Na largada da campanha, oposicionistas diziam até que ele poderia passar Jaques Wagner. Não está dando.

Muito menos para Jutahy Júnior, que era o terceiro e passou para quarto. O Ibope apontou que 31% não sabem em quem votar, o que quer dizer que o jogo está em aberto, mas convenhamos: se Lázaro ou Jutahy ganhar, não será vitória, será um fenômeno.

 

Por Levi Vasconcelos

Veja também

Irmãos Joesley e Wesley Batista se reúnem com Lula pela 1ª vez após Lava Jato

Os irmãos Joesley e Wesley Batista, antigos donos da companhia alimentícia JBS, se reuniram com …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas