segunda-feira 27 de junho de 2022
Foto: Reprodução
Home / JUSTIÇA / Procurador que agrediu fisicamente colega mulher é suspenso pela Prefeitura
quarta-feira 22 de junho de 2022 às 14:36h

Procurador que agrediu fisicamente colega mulher é suspenso pela Prefeitura

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


A Prefeitura de Registro, no interior de São Paulo, determinou a suspensão preventiva por 30 dias do procurador Demétrius Oliveira de Macedo, que agrediu brutalmente a colega de trabalho Gabriela Samadello Monteiro de Barros, de 39 anos, procuradora-geral do município. A decisão foi publicada no Diário Oficial da cidade na terça-feira, 21, e prevê ainda a suspensão do pagamento de vencimentos durante o período.

A OAB/SP também anunciou ter determinado a instauração de ofício de representação contra o procurador e o início dos trâmites processuais “necessários à suspensão preventiva do acusado” do exercício da advocacia. Segundo a instituição, ele será notificado a comparecer e “manifestar-se a respeito dos fatos para deliberação pela Turma do TED competente, que deverá concluir o processo disciplinar no prazo máximo de 90 dias”.

O caso foi registrado em um boletim de ocorrência na segunda-feira, 20, como lesão corporal e desacato. No momento, a procuradora ainda apresentava ferimentos e sangramento no rosto após os repetidos chutes, cotoveladas, socos e empurrões. Parte das agressões físicas e verbais foi registrada em vídeos por uma testemunha.

Vídeo: Procurador espanca a Procuradora-Geral em Prefeitura de SP

Veja também

Em razão de irregularidades, MP-BA recomenda que Prefeitura de Barreiras suspenda concorrência pública para coleta de lixo

O Ministério Público da Bahia (MP-BA), por meio do promotor de Justiça André Luis Silva …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!