sábado 24 de fevereiro de 2024
O presidente da Argentina, Javier Milei, abraça o Papa Francisco durante sua visita ao Vaticano. — Foto: Handout/AFP
Home / DESTAQUE / Papa canoniza primeira santa argentina com presença de Milei
domingo 11 de fevereiro de 2024 às 09:07h

Papa canoniza primeira santa argentina com presença de Milei

DESTAQUE, MUNDO, NOTÍCIAS


Um sorriso e um abraço marcaram o primeiro encontro entre o presidente Javier Milei e o Papa Francisco, neste domingo, no Vaticano, logo após a canonização da Beata Maria Antonia de Paz y Figueroa, a primeira santa argentina. O gesto ensaia uma possível reconciliação entre os líderes — depois de Milei tê-lo insultado em várias ocasiões durante a campanha — e soma-se a outros acenos de paz. Por outro lado, também expõe uma agenda externa do ultraliberal que rompe com a tradição argentina, forjada nos seus interesses pessoais, políticos e religiosos.

A interação ocorreu diante de centena de fiéis. Milei sentou na primeira fileira, ao lado da irmã e secretária-geral da Presidência, Karina Milei, a chanceler Diana Mondino, e os ministros do Interior e Capital Humano, Guillermo Franco e Sandra Pettovello, respectivamente. Os dois líderes também conversaram antes da missa, informou o Vaticano.

Foto: Divulgação

O presidente argentino, um economista de extrema direita que no passado chamou o Papa de “imbecil”, “comunista que acoberta ditadores assassinos” e “representante do maligno”, levantou-se quando Francisco entrou na basílica em uma cadeira de rodas no início da cerimônia e, na missa, ajoelhou-se durante a consagração.

Foi uma das imagens do dia e o ponto culminante de uma semana agitada para Milei, que viajou a Jerusalém, rezou emocionalmente no Muro das Lamentações, teve sua primeira grande crise com o fracasso de seu pacote de mega-reforma, lançou inúmeros insultos a seus detratores e ainda teve tempo de fazer turismo em Roma antes de ver o papa.

Primeiro contato

A reunião de domingo foi um primeiro contato antes de uma audiência na manhã de segunda-feira no Vaticano, onde Francisco e Javier Milei poderão conversar longamente. No mesmo dia, o presidente argentino se reunirá com seu colega italiano Sergio Mattarella e com a primeira-ministra de extrema-direita Giorgia Meloni.

O presidente preparou o terreno, dizendo à Rádio Mitre, da Argentina no sábado que o Papa “é o argentino mais importante da história”, acrescentando que estava confiante que teria “um diálogo muito frutífero”.

Veja também

Hungria dá sinal verde para entrada da Suécia na OTAN

Premiê Viktor Orbán afirma que parlamento húngaro vai aprovar ratificação na próxima semana, encerrando último …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

Advertisement

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas