domingo 26 de maio de 2024
Desde o início do mês, o combate ao tráfico de drogas registrou apreensões recordes e elevação no acumulado nacional de drogas
Home / NOTÍCIAS / Em meio à calamidade no RS, PRF bate recordes na apreensão de drogas
quarta-feira 15 de maio de 2024 às 07:22h

Em meio à calamidade no RS, PRF bate recordes na apreensão de drogas

NOTÍCIAS


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu no último domingo, em meio ao trabalho de socorro às vítimas no Rio Grande do Sul, 550 quilos de maconha no município de Osório (RS). Três pessoas foram presas. A droga era transportada por um carro, abordado a 80 km de distância das áreas inundadas.

Mesmo com esforços da PRF no resgate de pessoas e animais, na desobstrução de rodovias e escolta de donativos, o enfrentamento ao crime não diminuiu. Desde o início do mês, o combate ao tráfico de drogas registrou apreensões recordes e elevação no acumulado nacional de drogas.

No Mato Grosso do Sul e Piauí, a PRF bateu recordes e registrou as maiores quantidades de maconha e cocaína em 2024. Na primeira ocorrência, a equipe da PRF em Dourados (MS) localizou dezesseis toneladas de maconha em um caminhão carregado de melancias.

Já no município de Picos (PI), a mais de 2500 quilômetros de distância de onde ocorreu a apreensão recorde de maconha, policiais rodoviários federais, com apoio da Polícia Militar do estado, encontraram 775,42 quilos de cocaína em meio a uma carga de milho.

As duas apreensões – as maiores do ano até agora – e dezenas de outras ocorrências fizeram aumentar o balanço de drogas apreendidas nas duas últimas semanas em comparação ao mesmo período do ano passado. Em todo o país, a quantidade de maconha apreendida pela PRF aumentou quase 72%. Já as apreensões de cocaína tiveram alta de 2%.

Veja também

A hipótese de que a humanidade é uma ‘Inteligência Artificial’ antiga

De narrativas religiosas a teorias científicas, os seres humanos têm procurado entender de onde viemos …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas