segunda-feira 27 de maio de 2024
Vereador Leandro Guerrilha (PP) - Foto: Antônio Queirós
Home / NOTÍCIAS / ‘Dia da Consciência Negra’ é destaque em sessão na Câmara de Salvador
terça-feira 21 de novembro de 2023 às 18:51h

‘Dia da Consciência Negra’ é destaque em sessão na Câmara de Salvador

NOTÍCIAS


O Dia Nacional da Consciência Negra foi tema de pronunciamentos dos vereadores na sessão ordinária realizada nesta terça-feira (21), no Plenário Cosme de Farias. A data é celebrada no dia 20 de novembro e foi instituída oficialmente pela Lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. E faz referência à morte de Zumbi, o então líder do Quilombo dos Palmares.

O vereador Leandro Guerrilha (PP) afirmou que “gostaríamos que nesta data ocorresse uma celebração das oportunidades para os negros, que representam 82 % da população de Salvador”.

Porém, segundo ele, a realidade é bem diferente. “Pois há muitos negros sem oportunidades na nossa cidade, e em situação de desemprego. E também muitos, infelizmente, são mortos nas favelas”, disse o parlamentar.

Já a vereadora Marta Rodrigues (PT) afirmou que a Prefeitura diminuiu o orçamento para a Educação de Jovens e Adultos (EJA). “Isto significa menores opções de aprendizado para os jovens e adultos negros”, afirmou a vereadora.
Ela afirmou que é necessário ocorrer avanços na rede municipal de ensino, desde a Educação Infantil, acerca do letramento racial. De acordo com a Academia Brasileira de Letras (ABL), o letramento racial é o ”conjunto de práticas pedagógicas que têm por objetivo conscientizar o indivíduo da estrutura e do funcionamento do racismo na sociedade e torná-lo apto a reconhecer, criticar e combater atitudes racistas em seu cotidiano”.

Programa Dinheiro Direto na Escola

E o vereador Cláudio Tinoco (União) elogiou o prefeito Bruno Reis pelo lançamento, nesta terça-feira (21), do Programa Dinheiro Direto na Escola Soteropolitana (PDDES). Através deste projeto, de acordo com a Prefeitura, serão liberados, a partir de janeiro do próximo ano, R$ 15 milhões diretamente para as mais de 400 escolas da rede municipal de educação.

“Este programa dá mais autonomia às escolas e à direção das unidades. Afinal, os colégios da rede municipal de ensino estão localizados em bairros com realidade diferentes. E assim as pequenas despesas poderão ser realizadas através de compras mais baratas e rápidas”, disse Tinoco.

Veja também

Número de mortes causadas pelas chuvas no RS sobe para 169

O Rio Grande do Sul contabiliza 169 mortes provocadas pelas fortes chuvas e as enchentes …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas