quarta-feira 24 de abril de 2024
Comandante do Exército Tomas Paiva — Foto: Divulgação/Everton Amaro/ Fiesp
Home / JUSTIÇA / Comandante do Exército afirma que STF está “totalmente certo” sobre rejeitar poder moderador das Forças Armadas
terça-feira 2 de abril de 2024 às 10:24h

Comandante do Exército afirma que STF está “totalmente certo” sobre rejeitar poder moderador das Forças Armadas

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


O general Tomás Paiva, comandante do Exército, expressou sua concordância com a decisão majoritária do Supremo Tribunal Federal (STF) que rejeitou a ideia de que as Forças Armadas atuam como moderadoras dos três poderes da República.

Em uma entrevista concedida à CNN, o general foi categórico: “Totalmente! Não há novidade para nós”.

Paiva também elogiou o trabalho do STF, afirmando: “Quem interpreta a constituição em última instância é o STF e isso já estava consolidado como o entendimento”.

José Múcio Monteiro, ministro da defesa, concordou com essa visão. Ele declarou à CNN que a posição do STF “é a confirmação do óbvio”.

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) propôs a ação que está sendo analisada, questionando os limites da atuação das Forças Armadas.

O julgamento está ocorrendo em um plenário virtual, onde os ministros inserem seus votos eletronicamente, sem discussão. Eles têm até o dia 8 para registrar seus votos.

Até agora, todos os ministros acompanharam o voto do relator, o ministro Luiz Fux.

De acordo com o magistrado, a Constituição não permite uma intervenção militar constitucional e nem incentiva uma ruptura democrática.

“A Constituição proclama, logo em seu artigo 1º, que o Brasil é um Estado Democrático de Direito, no âmbito do qual todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos da Constituição”, escreveu.

Veja também

Eduardo Paes tem 42,6% e Ramagem, 31,2%, diz pesquisa Atlas/CNN no Rio

O prefeito Eduardo Paes (PSD), pré-candidato à reeleição, tem 42,6% das intenções de voto no …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas