segunda-feira 24 de junho de 2024
Foto: Valter Pontes / Secom PMS
Home / NOTÍCIAS / Chuvas em Salvador já chegaram a 735 milímetros em abril, informa Codesal
quarta-feira 24 de abril de 2024 às 17:52h

Chuvas em Salvador já chegaram a 735 milímetros em abril, informa Codesal

NOTÍCIAS


As fortes chuvas em Salvador já chegaram a 735 milímetros neste mês de abril, apontam dados da Defesa Civil (Codesal) atualizados nesta quarta-feira (24), após mais uma manhã chuvosa na capital baiana. Diante deste cenário, a Prefeitura intensificou as ações para mitigar os efeitos, realizando por exemplo vistorias, recuperações de infraestrutura, limpeza, manutenção urbana e apoio às famílias que moram próximas a áreas de risco.

O volume de chuvas registrado em abril na cidade já é o maior dos últimos 30 anos. Só para se ter uma ideia, a média histórica deste período é de 284,9 milímetros. Ou seja, antes mesmo de acabar o mês, já choveu mais que o dobro do que o esperado. Os maiores acumulados de chuva em 12 horas na capital baiana, dados atualizados às 10h30, foram registrados no Saboeiro (82,2mm), Cabula-19BC (78,4mm), Boca do Rio – Centro de Convenções(77,2mm), Imbui (75mm74,1mm) e Cabula (74,1mm).

“Neste mês de abril, Salvador vem demonstrando como é uma cidade mais resiliente e mais preparada para os efeitos das chuvas do que no passado. Apesar do volume histórico de chuvas, o maior dos últimos 30 anos, não temos registrado eventos graves, que causam prejuízos materiais de grande porte ou levam risco à vida das pessoas. Essa é a nossa maior preocupação desde sempre, proteger os soteropolitanos”, disse o diretor da Codesal, Sosthenes Macedo.

A Codesal emitiu alerta para a continuidade de chuvas moderadas a fortes, com risco de deslizamento de terra e alagamentos. Devido a atuação de um sistema de baixa pressão na atmosfera, a previsão é de céu nublado a parcialmente nublado com chances de até 90% de chuvas moderadas a fortes, a qualquer hora do dia.

“Todas as nossas equipes estão mobilizadas em toda a cidade para mitigar os problemas ocasionados pelas chuvas. Temos registros de ocorrências e estamos atuando nelas para auxiliar e proteger a população, principalmente aquelas que moram próximas a áreas de risco. Estamos atentos, uma vez que a chuva deve continuar”, completou Sosthenes Macedo.

Equipes da Secretaria de Manutenção (Seman) estão nas ruas para remover materiais, enquanto a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) atua em imóveis com risco de desabamento. Profissionais da Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre) estão em diálogo com a população das regiões mais carentes.

Veja também

Alckmin comemora dados de produção agroindustrial em abril

O vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) comemorou neste último sábado (22) dados divulgados pelo Centro de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!