terça-feira 16 de julho de 2024
Home / NEGÓCIOS / Casa dos Ventos e Braskem ampliam parceria em projetos de energia renovável de R$ 2,1 bilhões
quinta-feira 30 de março de 2023 às 20:05h

Casa dos Ventos e Braskem ampliam parceria em projetos de energia renovável de R$ 2,1 bilhões

NEGÓCIOS, NOTÍCIAS


Novos contratos de fornecimento de energia renovável somam em torno de R$ 2,1 bilhões, com energia oriunda de Rio do Vento e do Complexo Eólico de Umari, os dois localizados no Rio Grande do Norte.
Esses contratos de fornecimento de energia eólica estão alinhados com a meta da Braskem de redução de 15% de emissões de Gases de Efeito Estufa de escopo 1 e 2 até 2030 e de neutralidade de carbono até 2050, além de contribuir com o objetivo de ultrapassar 85% de energia elétrica renovável em sua matriz elétrica.
A Braskem está contribuindo de modo relevante para a expansão da matriz elétrica renovável do país, sendo consumidor âncora para esses complexos eólicos.

A Casa dos Ventos, empresa brasileira de energias renováveis, e a Braskem, maior produtora de poliolefinas das Américas e líder mundial pioneira na produção de biopolímeros em escala industrial, celebraram novo acordo no valor estimado de R$ 2,1 bilhões para fornecimento de energia eólica por meio de contratos com duração de até 22 anos. Este é o segundo grande acordo entre as empresas e torna a Casa dos Ventos a maior fornecedora de energia renovável da Braskem, fortalecendo a parceria.

Em janeiro de 2021, Casa dos Ventos e Braskem anunciaram a assinatura de contratos de fornecimento de energia renovável por um prazo de 20 anos que ajudaram a viabilizar a primeira fase do Complexo Eólico Rio do Vento, no Rio Grande do Norte – o maior empreendimento eólico da América Latina e um dos maiores do mundo. A energia contratada naquele primeiro acordo está sendo entregue desde o início de 2022, já contribuindo de modo relevante para o Programa de Descarbonização Industrial da Braskem e aumentando o percentual de energia elétrica renovável comprada pela empresa.

Neste novo acordo, parte do volume de energia será proveniente da ampliação do fornecimento de energia elétrica do Complexo Eólico Rio do Vento e outra parte será atendida pelo Complexo Eólico Umari, também no Rio Grande do Norte, que está em construção e entrará em operação em 2024. A transação é fundamental para viabilizar o empreendimento.

“Este novo acordo é um sinal da confiança da Braskem em nossas soluções e do compromisso, deles e nosso, com a transição energética”, afirma Lucas Araripe, diretor-executivo da Casa dos Ventos. “Os contratos de longo prazo com parceiros privados representam hoje a principal via de expansão da geração de energia renovável no Brasil; clientes relevantes como a Braskem ajudam a viabilizar novos complexos eólicos”, explica o executivo.

Para a Braskem, a parceria é mais um passo em direção às metas 2030 de redução de 15% de emissões de Gases de Efeito Estufa de escopo 1 e 2, percentual de compra de energia renovável e neutralidade de carbono até 2050. Este é o sexto contrato de longo prazo de origem eólica ou solar que a Braskem firma em quatro anos no Brasil e o segundo com a Casa dos Ventos.

“Em 2021, 71% da energia elétrica comprada pela Braskem no mundo foi de origem renovável. Em 2022 este percentual subiu para 81,6%, já refletindo os contratos de energia renovável firmados globalmente. Com este novo acordo, maior contrato de energia renovável já assinado pela Braskem, e, novamente firmado com a Casa dos Ventos, estimamos superar a marca de 3,2 milhões de toneladas de CO2 evitadas durante os contratos, em linha com nossos compromissos de descarbonização”, afirma Gustavo Checcucci, diretor de Energia e Descarbonização Industrial da Braskem. “Este é mais um importante passo na direção de superarmos o compromisso global de 85% de energia renovável comprada em nossa matriz elétrica até 2030”, completa.

O Complexo Eólico Umari terá potência instalada total de 202,5 MW, garantidas por 45 aerogeradores. Quando estiver em operação o complexo evitará a emissão de aproximadamente 90 mil toneladas de CO2 por ano.

O Complexo Eólico Rio do Vento terá capacidade total de 1038 MW, dos quais 504 MW já estão operando por meio de 120 aerogeradores. Em 2023, mais 120 aerogeradores começam a produzir, acrescentando 534 MW de potência. O empreendimento evitará a emissão de aproximadamente 470 mil de toneladas de CO2 por ano.

Sobre a Braskem

Orientada para as pessoas e para a sustentabilidade, a Braskem está engajada em contribuir com a cadeia de valor para o fortalecimento da Economia Circular. Os mais de 8,6 mil Integrantes da petroquímica dedicam-se diariamente para melhorar a vida das pessoas por meio de soluções sustentáveis da química e do plástico. A Braskem possui DNA inovador e um completo portfólio de resinas plásticas e produtos químicos para diversos segmentos, como embalagens alimentícias, construção civil, industrial, automotivo, agronegócio, saúde e higiene, entre outros. Com 40 unidades industriais no Brasil, EUA, México e Alemanha, a companhia exporta seus produtos para Clientes em mais de 71 países.

Sobre a Casa dos Ventos

A Casa dos Ventos é uma empresa brasileira de energia que desenvolve, constrói e opera projetos de geração de energia a partir de fontes renováveis. Responsável pela maior campanha de medição de ventos já empreendida no mundo, a empresa desenvolveu um em cada quatro dos projetos eólicos em operação no Brasil. Para avançar em sua posição de relevância no setor, a Casa dos Ventos conta com o maior portfólio de projetos eólicos e solares do País, com aproximadamente 20 GW de capacidade. A companhia também é líder em oferecer soluções customizadas para apoiar a transição energética de grandes consumidores. Recentemente, a Casa dos Ventos anunciou uma joint venture com a TotalEnergies para desenvolver, construir e operar em conjunto o portfólio renovável no Brasil, incluindo projetos de hidrogênio e amônia verde.

A Casa dos Ventos é signatária do Pacto Global da ONU e trabalha de forma alinhada com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e as melhores práticas de ESG, preservando os biomas locais, desenvolvendo projetos sociais nas comunidades em que está presente e contribuindo para uma economia de baixo carbono.

Veja também

PL Salvador inicia encontros com pré-candidatas a vereadoras

Em meio à queda no número de pré-candidatos à prefeitura, o PL Salvador decidiu investir …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!