segunda-feira 17 de junho de 2024
Bilionário polêmico entra em guerra jurídica contra o Morgan Stanley — Foto: Simon Dawson/Bloomberg
Home / Mundo / MUNDO / Bilionário polêmico entra em guerra jurídica contra o Morgan Stanley
quinta-feira 22 de fevereiro de 2024 às 17:17h

Bilionário polêmico entra em guerra jurídica contra o Morgan Stanley

MUNDO, NOTÍCIAS


O bilionário britânico Mike Ashley disse que moveu seu processo contra o Morgan Stanley porque estava preocupado com o quão “grotesca e injustamente” o banco havia agido durante uma chamada de margem, e não com os possíveis danos. Chamada de margem é o provisionamento do recursos do investidor como garantia para alguma operação financeira de risco.

O magnata do varejo fez os comentários como testemunha em um tribunal de Londres, onde sua empresa Frasers Group Plc processou o banco americano por impor uma chamada de margem de US$ 995 milhões sobre suas posições de derivativos em ações da Hugo Boss AG em maio de 2021. A demanda de depósito o atingiu como uma “bomba nuclear”, deixando-o descrente e frustrado, disse ele ao tribunal durante dois dias de depoimento. O banco agiu em parte por “esnobismo”, disse ele.

Foi “horrível, simplesmente impensável, impossível”, disse Ashley referindo-se à chamada de margem. A empresa de Ashley pediu cerca de US$ 50 milhões em indenização.

O Morgan Stanley procurou se opor ao processo que considera a afirmação de Frasers divorciada da realidade. O varejista não sofreu nenhuma perda quando transferiu as negociações do Morgan Stanley, disseram os advogados do banco americano. “Frasers embarcou em uma guerra jurídica contra o Morgan Stanley em uma escala extraordinária”, disseram os advogados.

Ashley negou que tivesse prazer em litigar e disse que o caso não era pessoal. Antes do surgimento da disputa em maio de 2021, o Morgan Stanley não estava disposto a oferecer serviços corporativos e de consultoria à Frasers devido à reputação de Ashley, “merecida ou não”, de ser litigiosa, entre outros motivos, disseram os advogados do banco.

“Posso garantir que não há prazer em litígios”, disse Ashley respondendo a uma pergunta. “Se você acabar na posição de dono de um dos maiores clubes de futebol do país, isso faz parte do território”, disse ele.

Ashley e sua empresa estiveram envolvidos em processos judiciais que vão desde difamação contra um jornal nacional até promessas sob embriaguez sobre um bônus no valor de milhões feito em um pub de Londres. Ele também brigou com seu ex-amigo por causa de um incidente em um bar em Dubai e financiou uma ação judicial para fazer um acordo para salvar uma operadora de uma rede de lojas de departamentos.

“Não acho que seja uma pessoa excessivamente litigiosa”, disse ele. “No mínimo, eu tentaria evitá-lo. Não é uma experiência agradável.”

Um porta-voz do Morgan Stanley não quis comentar o depoimento. “Frasers nunca foi cliente do Morgan Stanley. Esta afirmação é artificial e sem mérito e iremos defendê-la vigorosamente”, disse ele anteriormente. Os advogados de Frasers não quiseram comentar.

Veja também

Soldados russos continuam matando ao voltar da Ucrânia

Muitos militares que retornam do front apresentam sinais de estresse pós-traumático. Problema pode impactar sociedade …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!