sábado 25 de maio de 2024
Home / POLÍTICA / Talita Oliveira perde a presidência do PSL Mulher por não colaborar com o partido
quarta-feira 8 de maio de 2019 às 12:38h

Talita Oliveira perde a presidência do PSL Mulher por não colaborar com o partido

POLÍTICA


O secretário-geral do PSL na Bahia, Alberto Pimentel, informou em nota ao Acesse Política, na manhã desta quarta-feira (8), que a deputada estadual Talita Oliveira foi destituída da presidência do PSL Mulher. A medida foi tomada após avaliação de que, com atuação política improdutiva, a parlamentar tem focado na criação de factóides com a intenção de atacar a atual executiva estadual.

“Comunicamos via imprensa porque essa é a forma de ‘diálogo’ que a deputada estadual escolheu”, frisou Alberto Pimentel. Sobre a declaração da parlamentar publicada na imprensa de que não há aliança entre DEM e PSL na Bahia e que a Secretaria de Trabalho, Esporte e Lazer de Salvador (Semtel) seria da deputada federal Dayane Pimentel e não do partido, Alberto Pimentel frisou que a deputada estadual não colabora com o partido e que, inclusive, apropriou-se de postos sem a devida oficialização.

O secretário-geral ressaltou ainda que a deputada estadual Talita Oliveira, ainda na época da campanha, autodeclarou-se presidente do PSL Mulher. “Na época, como estávamos em campanha, achamos por bem deixar as coisas daquele jeito, até porque a então candidata a deputada estadual mostrava outro comportamento. Mas, diante desses sucessivos casos de ataques gratuitos, resolvemos destituí-la”, salientou Alberto Pimentel. Em breve a nova presidente do PSL Mulher será anunciada.

Alberto Pimentel recomendou à deputada estadual Talita Oliveira que “cuide melhor de seu mandato e busque menos os holofotes em cima de factóides criados contra mim e contra a presidente do partido na Bahia, a deputada federal Professora Dayane Pimentel. Ela não faz nada além de receber um bom salário, postar fotos nas redes sociais e esbravejar em busca de mídia”. Pimentel disse ainda que “entendemos que ela se frustrou por não ter seus interesses pessoais atendidos. Ela não está preocupada com o funcionamento partidário, a preocupação dela é como poderia se beneficiar disso. Lamentável”.

Executiva Estadual

“O PSL está crescendo em todo o estado, atraindo prefeitos, vice-prefeitos, vereadores dispostos a defender as mesmas bandeiras do nosso presidente da República. Estamos, principalmente, garantindo espaços a quem esteve conosco desde antes da campanha para eleger Jair Bolsonaro”, ressaltou Alberto Pimentel. O secretário-geral recordou que a deputada Talita Oliveira não foi ao encontro com a direção do partido, ocasião em que seriam apresentadas informações sobre a direção estadual. “Ela não compareceu e preferiu ir à imprensa. Foi quando também informaríamos sobre a chegada do deputado estadual Pastor Tom”, rememorou Alberto, dizendo que tudo foi registrado em e-mail.

A Executiva Estadual do PSL na Bahia já vinha acompanhando há algum tempo as atitudes da deputada estadual Talita Oliveira, consideradas amadoras e sem compromisso com o avanço da sigla. “Esse comportamento da deputada, sempre desrespeitando as instâncias e as autoridades do partido, vinha sendo observado. Tem sido um comportamento irresponsável e amador dela. Por isso hoje retiramos a presidência do PSL Mulher. Ela está no partido, mas é como se não estivesse, pois só causa desgaste”, disse o vice-presidente do PSL na Bahia, o Suboficial Ilton Santos.

Veja também

Bahia aparece como um dos estados que mais recebeu verbas de emendas de comissão

A Bahia desponta no topo como um dos estados que mais receberam verbas de emendas …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas