segunda-feira 26 de fevereiro de 2024
Home / DESTAQUE / Saiba a opinião de cada um dos presidenciáveis sobre a greve

Saiba a opinião de cada um dos presidenciáveis sobre a greve

sábado 26 de maio de 2018 às 16:47h

A greve dos caminhoneiros chega ao seu sexto dia neste sábado. Até o último balanço da Polícia Rodoviária Federal enviado à imprensa, 596 pontos de bloqueios eram registrados pelo país.

A paralisação segue mesmo após o governo ter anunciado um acordo com os grevistas. Nesta sexta, o presidente Michel Temer decretou que as forças armadas poderiam agir para liberar as estradas.

O desabastecimento dos postos, que estão sem gasolina, diesel e etanol, é a principal consequência da greve, que também deixou supermercados sem alimentos perecíveis, principalmente. A maioria das empresas de ônibus pelo país têm usado apenas 60% da frota.

Na galeria, veja a opinião de cada um dos candidatos à Presidência sobre a paralisação.

Álvaro Dias (Podemos) – “Que se coloquem na cadeia aqueles que assaltaram a Petrobras, e não cobrem essa conta do povo brasileiro”, disse. “[É uma revolta] de toda uma nação, a sociedade brasileira está cansada da incompetência generalizada dos governos e dos governantes, cansada da corrupção e da impunidade como regra e exige mudanças nos rumos do nosso país.”

© Moreira Mariz / Agência Senado

Ciro Gomes (PDT) – “A política de preços de Pedro Parente e do Michel Temer é uma fraude que fez uma nação inteira de refém, a economia inteira de refém, para beneficiar meia dúzia de acionista minioritários”, disse Ciro. “O acordo que o governo fez aperfeiçoa essa fraude na medida em que espera nas costas do povo pela renúncia fiscal incabível numa hora difícil como esta com uma solução que não resolve nada.”

© Adriano Machado / Reuters

Geraldo Alckmin (PSDB) – “Agora, por mais justa que seja a causa, nenhuma categoria pode fazer do país inteiro seu refém. É preciso autoridade para resolver o problema”, disse.

© Adriano Machado / Reuters

Guilherme Boulos (Psol) – “Gasolina a quase R$ 5 é resultado da desastrosa política de preços de Temer e Pedro Parente na Petrobras. Subordinam a empresa pública aos lucros dos acionistas, com aumentos abusivos para a população. Por isso, o movimento grevista é legítimo. Os reajustes devem ser anulados já”, disse. “Empresa pública deve servir a população, não gerar lucro para acionistas. Temer age com covardia, com uma política de preços de combustíveis que se ajoelhou diante do mercado. E agora apela para a força militar”, disse. Ele culpa diretamente Pedro Parente, presidente da Petrobras, e o presidente Michel Temer.

© Mídia Ninja

Henrique Meirelles (MDB) –  “É inaceitável que, além dos problemas graves e reais dos preços do petróleo e derivados, haja um componente político-ideológico e empresarial nessa aliança de entidades politicamente engajadas com empresas transportadoras”, disse. “No nível estadual, é preciso realizar uma reforma tributária visando a redução de impostos nos combustíveis”, sugeriu. 

© Reuters

Jair Bolsonaro (PSL) – “Caminhoneiros, parabéns. Vocês estão fazendo uma coisa muito importante, mais até do que as eleições. Eu só peço uma coisa a vocês: não bloqueiem a estrada”, disse o deputado.

© Adriano Machado / Reuters

Lula (PT) – “A que ponto nós chegamos? O preço da gasolina, uma greve desse porte, e cadê o governo? O governo não faz nada”, afirmou Lula.

© Getty Images

Manuela D’Ávila (PC do B) – “Sem autoridade pra negociar saídas, sem legitimidade nenhuma, Temer coloca o Brasil inteiro sob GLO [Garantia de Lei e da Ordem]. Essa é a solução improvisada de Temer para a crise”, afirmou.

© Reprodução / Facebook Manuela D’Ávila

Marina Silva (Rede) – “Você segue a lógica de mercado, porque fazendo no olho do furacão com a pressão política, a mensagem que passou externamente é que a Petrobras não está se comportando de acordo com as regras do mercado”, declarou. “E aí vai uma desvalorização das ações da Petrobras na ordem de 11%.”

© Agência Brasil

Veja também

Trump e Milei se encontram pela primeira vez em conferência americana

O ex-presidente dos Estados Donald Trump e o presidente da Argentina, Javier Milei, se encontram …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

Advertisement

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas