quarta-feira 19 de junho de 2024
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Home / JUSTIÇA / Partido pede que Ministério Público investigue propaganda eleitoral antecipada por deputado
domingo 28 de janeiro de 2024 às 10:18h

Partido pede que Ministério Público investigue propaganda eleitoral antecipada por deputado

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


O Partido Novo pediu que o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) investigue evento promovido pelo deputado federal Tarcísio Motta (PSOL), pré-candidato à prefeitura da capital, por campanha eleitoral antecipada. Nesta semana, o parlamentar compartilhou nas redes um convite da celebração de seu aniversário neste última sábado (27), no Centro do Rio, com a participação musical de roda de samba e bloco carnavalesco.

Na representação, assinada pelo procurador federal Jonathan Mariano, integrante do diretório do Novo no Rio, argumentam que a realização de evento em espaço privado com a divulgação pública leva à interpretação de que há o intuito de “realizar um evento político de fortalecimento de sua pré-candidatura à Prefeitura Municipal da Cidade do Rio de Janeiro”. Os advogados apontam que, como Tarcísio apresentou o interesse em pleitear o cargo ainda em setembro de 2023, e, portanto, qualquer movimento deveria levar esse ponto em consideração:

“Essas circunstâncias denunciam que qualquer movimento praticado pelo representado deve ser avaliado dentro dos parâmetros de legalidade e de razoabilidade que se esperam para a paridade de armas na participação de pleitos eleitorais democráticos brasileiros”.

No final de 2023, o Partido Novo formalizou a pré-candidatura do vereador Pedro Duarte à prefeitura da capital. Além dos dois políticos, também vão disputar o pleito o atual prefeito, Eduardo Paes (PSD), que tenta a reeleição, e o deputado federal Alexandre Ramagem (PL).

Veja também

Ministério dos Transportes revitaliza mais de 130 quilômetros de rodovia federal na Bahia

O Ministério dos Transportes, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), concluiu …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!