domingo 21 de julho de 2024
A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, na convenção nacional do PL. (Foto: REUTERS/Ricardo Moraes) - REUTERS
Home / NOTÍCIAS / Os sentimentos confusos na campanha de Jair Bolsonaro quanto ao papel da primeira-dama Michelle
segunda-feira 22 de agosto de 2022 às 05:10h

Os sentimentos confusos na campanha de Jair Bolsonaro quanto ao papel da primeira-dama Michelle

NOTÍCIAS, POLÍTICA


No comando político do comitê eleitoral de Jair Bolsonaro (PL), a avaliação sobre o papel da primeira-dama Michelle Bolsonaro na campanha passou segundo a coluna de Rodrigo Rangel, do portal Metrópoles, por uma mudança radical nas últimas semanas.

Até o início do mês, Michelle era praguejada por alguns dos mais importantes estrategistas políticos do quartel-general bolsonarista. As opiniões eram distintas, mas majoritariamente negativas.

Alguns viam má-vontade e reclamavam, sem reservas, da resistência dela em participar mais ativamente da campanha — não faz muito tempo, a primeira-dama chegou a se recusar a gravar vídeos para serem exibidos nos programas eleitorais.

Outros temiam, caso Michelle se finalmente se engajasse, o tom de seus discursos, especialmente nos eventos voltados para evangélicos.

Diziam até que ela é excessivamente fervorosa — ou “fanática”, nas palavras de um chefe da campanha ouvido pela coluna — e repetiam que isso poderia gerar resistência a Jair Bolsonaro entre eleitores não evangélicos.

Nos últimos dias, as opiniões sobre a primeira-dama foram revistas diante dos sinais de que suas aparições públicas contribuíram para que as intenções de voto no presidente avançassem no eleitorado religioso.

Agora, a ordem do núcleo político da campanha é para que a imagem de Michelle seja explorada, cada vez mais, como um ativo valioso na tentativa de diminuir a desvantagem de Bolsonaro em relação ao ex-presidente Lula, líder nas pesquisas.

Veja também

Brasil suspende preventivamente as exportações de carne de aves e seus produtos

Após a confirmação de um foco da doença de Newcastle (DNC) em estabelecimento de produção …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!