domingo 28 de novembro de 2021
Foto: Reprodução
Home / JUSTIÇA / Ministério Público pede à Justiça que prefeitura baiana pague R$ 2 milhões em multa por descumprir acordo
terça-feira 13 de agosto de 2019 às 06:28h

Ministério Público pede à Justiça que prefeitura baiana pague R$ 2 milhões em multa por descumprir acordo

JUSTIÇA


O Ministério Público da Bahia (MP-BA) ajuizou na última sexta-feira (9) ação de execução de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) contra a prefeitura de Manoel Vitorino por descumprimento de obrigações assumidas no documento no qual o prefeito se comprometeu a regularizar o Sistema Municipal de Meio Ambiente e a elaborar a Lei de Política Municipal de Meio Ambiente (PMMA).

Na ação, o MP-BA requer que a Justiça determine que o Município pague a multa prevista na cláusula penal do TAC, no valor de R$ 1.928.410,06 milhões. Segundo o promotor de Justiça Maurício Foltz Cavalcanti, autor da ação, o TAC foi firmado em 26 de agosto de 2014. Ele ressaltou que o Município se comprometeu a estruturar seu órgão ambiental, mas “tal declaração não passa de falácia, pois a administração municipal deixou de cumprir as obrigações constantes no TAC, inclusive, esperou por mais de quatro anos, mesmo sendo notificado, anteriormente, para declarar a incapacidade de exercer a competência de gestão ambiental”.

Para o promotor de Justiça, o Município deixou de dar a devida proteção à utilização dos bens ambientais e a preservação do ambiente natural. O Município tem o prazo de 30 dias para interpor recurso.

Veja também

Município de Itaparica se compromete a criar site para o Portal da Transparência

O Ministério Público estadual e o Município de Itaparica firmaram Termo de Compromisso de Ajustamento …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!