sábado 23 de outubro de 2021
Home / DESTAQUE / Militares distribuem ‘Alertas’ ao STF como as Instituições estivessem sob sua tutela

Militares distribuem ‘Alertas’ ao STF como as Instituições estivessem sob sua tutela

quarta-feira 4 de abril de 2018 às 06:20h

A candidatura presidencial de Jair Bolsonaro e a proximidade do aniversário do golpe de 1964 animaram saudosistas do regime militar, que passaram a ranger os dentes às vésperas do julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula, fazendo advertências explícitas aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre como devem se comportar na sessão desta quarta-feira (4).

Agiram como se a população brasileira e suas instituições tivesssem sob sua tutela. E o pior é que os ministros do STF não se posicionaram, tampouco os poderes Executivo e Legislativo, igualmente ameaçados pelas mensagens de teor nitidamente autoritário. Jornalistas reagiram a isso como se fosse apenas uma demonstração de que “acabou a paciência” dos militares, sem refletir sobre a gravidade das ameaças.

Até mesmo o comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, abandonou a discrição que o cargo impõe para fazer suas próprias insinuações, enquanto “bombava” no whatsapp o áudio atribuído a um general Lessa advertindo para o risco de um “banho de sangue” no País. O comandante Villas Bôas foi mais diplomático:

 

Por Cláudio Humberto

Veja também

Macron e Biden avançam na restauração da confiança após crise bilateral

Os presidentes da França, Emmanuel Macron, e dos Estados Unidos, Joe Biden, tiveram uma nova …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!