segunda-feira 17 de junho de 2024
Foto: Reprodução/Arquivo
Home / NOTÍCIAS / Médicos descartam nova cirurgia em Jair Bolsonaro, diz boletim de hospital
quarta-feira 28 de fevereiro de 2024 às 17:53h

Médicos descartam nova cirurgia em Jair Bolsonaro, diz boletim de hospital

NOTÍCIAS


O boletim médico do Hospital Vila Nova Star, divulgado nesta quarta-feira (28), descartou a necessidade de submeter o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) a uma nova cirurgia. Bolsonaro foi internado pela manhã para realização de exames laboratoriais e de imagem.

“As equipes responsáveis constataram que as condições clínicas e cirúrgicas estão estáveis e sem necessidade de intervenção nesse momento. O paciente será reavaliado dentro de 3 meses”, diz o boletim médico. Desde que sofreu a facada durante as eleições de 2018, o ex-mandatário passa por este check-up anualmente.

Os exames foram acompanhados pelo médico pessoal do ex-presidente, Antônio Macedo, e pelo cardiologista Leandro Echenique.

Esta é a décima-segunda vez que Bolsonaro é submetido à internação desde a facada. No ano passado, três hospitalizações ocorreram em setembro quando passou por uma cirurgia para amenizar quadros de suboclusão intestinal e refluxo gástrico esofágico.

Em janeiro de 2023, o ex-presidente ficou hospitalizado no hospital AdventHealth Celebration, em Orlando, na Flórida (EUA), durante seu autoexílio de três meses.

No mês de julho de 2021, após um soluço insistente que durou 11 dias, o ex-presidente realizou exames no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, e foi constatada uma obstrução intestinal. Ele foi transferido para o Vila Nova Star. Na ocasião, ele passou oito dias internado.

Em 25 de setembro de 2020, Bolsonaro foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um cálculo na bexiga, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Ele recebeu alta médica no dia seguinte.

No primeiro ano de seu governo, em 8 de setembro de 2019, o ex-presidente foi submetido a uma cirurgia para a correção de uma hérnia incisional — a condição foi uma decorrência de sucessivos procedimentos na região do abdômen. O procedimento ocorreu no Vila Nova Star. Bolsonaro deixou o hospital oito dias depois.

Também em 2019, Bolsonaro passou por uma cirurgia para a retirada da bolsa de colostomia que usava desde que fora esfaqueado. O procedimento ocorreu em 28 de janeiro, seu primeiro mês de governo, no Albert Einstein, e durou cerca de sete horas.

Em 28 de março de 2022, o ex-presidente passou um dia internado após sentir um desconforto abdominal. Havia a suspeita de uma nova obstrução intestinal, mas o quadro não se confirmou.

Em janeiro do mesmo ano, Bolsonaro ficou dois dias no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, por causa de uma obstrução no intestino. À época, o médico-cirurgião que o acompanha desde que foi ferido, Antônio Luiz Macedo, afirmou que o quadro foi ocasionado por um “camarão não mastigado”.

Veja também

ONS: consumo de energia no País deve terminar junho em 74.399 megawatt médio

O consumo de energia no Brasil deve terminar junho em 74.399 megawatts médios (MWmed), aponta …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!