segunda-feira 17 de junho de 2024
Deputado Rosemberg Pinto (PT) Foto: AscomALBA/AgênciaALBA
Home / NOTÍCIAS / Líder do governo na AL-BA reage após proposta para homenagear Jair Bolsonaro
quinta-feira 21 de dezembro de 2023 às 08:27h

Líder do governo na AL-BA reage após proposta para homenagear Jair Bolsonaro

NOTÍCIAS, POLÍTICA


O líder da bancada governista na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado estadual Rosemberg Pinto (PT), reagiu segundo a Salvador FM após as acusações do colega de Casa, Diego Castro (PL), de não ter colocado um Projeto de Lei, de autoria do liberal, que concede o título de cidadão baiano ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Desde o dia 30 de março, o projeto não foi apreciado (…) e a única maneira que tinha, hoje, como sendo a última sessão do ano, seria por dispensa das formalidades, como sempre ocorreu, para aprovar projetos que até então demoraram de andar. Só que a liderança do governo, aqui, fez o favor de travar (…) ele usou argumento de rito, a ideia central de que era um problema de rito, mas havia ali um jeito”, iniciou Diego Castro.

“Mas, quando chega no plenário, discursa querendo desqualificar que não há mérito pra entrada de pauta porque foi um presidente genocida (…) aquelas falácias que a gente já sabe. Jair Bolsonaro, sim, é uma pessoa que faz juízo ao título porque tem serviços prestados ao Estado (…) Eu tenho certeza que fosse com o Lula, com as mesmas justificativas contrárias que eu teria, tenho certeza que passaria, porque eles atropelariam com a maioria”, completou o deputado.

Após as acusações do parlamentar, o petista reagiu, afirmando que já havia tomado a atitude de não dispensar a formalidade também com outros deputados, citando as regras internas do legislativo baiano.

“Há um regramento na casa em que as medalhas e os títulos devem passar pela Mesa Diretora da casa e depois vir para o plenário. Antes de ontem nós aprovamos, com o meu voto contrário, uma comenda para a esposa do ex-presidente, Michele Bolsonaro, mas o deputado Leandro [de Jesus] cumpriu o rito correto, levou para a mesa diretora”, explicou Rosemberg.

“Eu disse ao deputado Diego que ele exercesse esse rito e eu iria me posicionar contrário. Porque, no mérito, entendo de que ele não é merecedor, no caso o agraciado que seria o Jair Bolsonaro, da cidadania dos baianos e das baianas e a Medalha 2 de Julho. Ele tripudiou dos baianos e das baianas, principalmente em momentos difíceis”, completou.

Veja também

Programas de Salvador colaboram para sucesso de atletas em competições internacionais

Seguir a carreira esportiva é uma trajetória que, além de esforço e dedicação diários, também …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!