quinta-feira 20 de junho de 2024
O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em evento na Agrishow, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo; ele foi internado com erisipela e está no hospital Vila Nova Star, na capital paulista - Foto: Miguel Schincariol - 1º.mai.23/AFP
Home / DESTAQUE / Jair Bolsonaro orienta seguidores a desativarem filtro de tema político em rede social
segunda-feira 20 de maio de 2024 às 14:28h

Jair Bolsonaro orienta seguidores a desativarem filtro de tema político em rede social

DESTAQUE, NOTÍCIAS, REDES SOCIAIS


O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) postou um vídeo neste último doming0 (19) orientando os seus seguidores a desativarem o filtro de restrições a temas políticos implementado recentemente pelo Instagram. O tutorial de 34 segundos ensina o passo a passo de como alterar a configuração da ferramenta desenvolvida pela Meta – empresa que administra Facebook e Instagram – para reduzir o alcance de temas políticos na rede social.

Assista:

A Meta implementou a medida para limitar a disseminação de conteúdos políticos no Instagram, no Threads e no Facebook. A empresa criou um filtro para que esse tipo de mensagem não apareça como conteúdo recomendado aos seus usuários que não seguirem os perfis políticos. A decisão tem abrangência mundial.

Uma pesquisa realizada pela empresa concluiu que as pessoas querem ver menos conteúdo político, o que, segundo a empresa, motivou a atualização. As publicações nas plataformas são recomendadas por meio de inteligência artificial.

De acordo com um comunicado emitido pela empresa em fevereiro deste ano, os conteúdos políticos não serão mais recomendados proativamente pela rede social nas abas Explorar, Reels, Recomendações no Feed e Usuários Sugeridos. A limitação não atinge os conteúdos publicados por quem o usuário já segue. Ou seja, se a pessoa é seguidora de um determinado político ou analista político, ela continuará recebendo seus vídeos e comentários.

Veja também

Selic estável em 10,5% por período prolongado ganha força após Copom

A menção a um cenário alternativo de projeções de inflação, com a Selic inalterada até o …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!