segunda-feira 29 de novembro de 2021
Foto: Assessoria
Home / NOTÍCIAS / Gleisi defende novos candidatos nas eleições: ‘Faz bem ao debate político’
sexta-feira 16 de julho de 2021 às 11:38h

Gleisi defende novos candidatos nas eleições: ‘Faz bem ao debate político’

NOTÍCIAS, POLÍTICA


A presidente nacional do PT (Partido dos Trabalhadores), Gleisi Hoffmann, defendeu hoje a candidatura de novos políticos nas eleições presidenciais de 2022. Segundo ela, a movimentação “faz bem para o debate político do país”.

“Tendo candidato e programa, tem que lançar. Isso faz bem para o debate político do país. É num processo como esse que o eleitorado conhece o que os partidos e lideranças pensam. Saúdo que o PSD lance o Rodrigo [Pacheco], PSDB quem sair da prévia, que o Democratas lance o Mandetta [ex-ministro da Saúde]. Tem que lançar todo mundo. É no projeto de país que as pessoas vão se convencer e escolher quem vai para o 2º turno.”

Gleisi Hoffmann

A presidente do PT, entretanto, disse que “não existe essa coisa de construir uma terceira via”, que seria formada por candidatos opositores a Jair Bolsonaro (sem partido) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“Para ter candidato, precisa ter liderança preparada e projeto claro para o Brasil. Esse pessoal que está querendo lançar candidaturas [terceira via] tem que lançar projeto para o povo, acho que eles não têm projeto muito claro. Quem fala de terceira via é o mesmo do Bolsonaro, mesma política econômica, reforma, retirada de direitos”, disse ela durante participação no UOL Entrevista, conduzido pelo apresentador Diego Sarza e o colunista Kennedy Alencar.

Gleisi diz que é preciso acabar com a falsa discussão de polarização extremada. “Uma coisa é polarização política, outra coisa é extremista. Podemos ser radicais no sentido de defender a raiz do que a gente acredita, defender os direitos do povo. A terceira via é uma tentativa que se faz há muito tempo no Brasil. O Ciro [Gomes] tentar isso há muito tempo, ser uma alternativa”.

“Ao dizer que [a política brasileira] tem extremos estão querendo colocar o PT e o presidente Lula como extremados. Não é verdade. Somos do campo democrático. Muito diferente de Bolsonaro, que está no campo do fascismo, do extremismo. Não somos polo disso, somos polo da política”, disse.

Veja também

Policial ameaça “acabar com a vida” de ex-namorados e é presa

Uma carta encontrada com a agente da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) Rafaela Luciane …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!