quinta-feira 20 de junho de 2024
Foto: Divulgação
Home / CURSO / TREINAMENTO / Fundação Índigo lança projeto de formação de jovens lideranças em parceria com Instituto Ibmec
quinta-feira 9 de maio de 2024 às 17:15h

Fundação Índigo lança projeto de formação de jovens lideranças em parceria com Instituto Ibmec

CURSO / TREINAMENTO, NOTÍCIAS, POLÍTICA


A Fundação Índigo e o Instituto Ibmec lançaram na última quarta-feira (8), em Brasília, o curso de formação de jovens lideranças – “Líderes do Futuro”. As inscrições e o processo de seleção acontecem de 20 a 26 de maio, com início das aulas previsto para 24 de junho. Das 210 vagas, metade será destinada a mulheres e 30 por cento para negros, pardos, quilombolas e indígenas. O interessado precisa ter entre 18 e 35 anos de idade, além de ter concluído ou estar cursando o ensino superior.

“Queremos abrir as portas para jovens de todo o país que não estão hoje tão próximos da política, mas que tem vocação, tem talento, gostam da vida pública e podem fazer toda a diferença no futuro para melhorar a nossa sociedade. Eu acredito muito no valor da educação, da formação, da qualificação. Estamos dando nossa contribuição para melhorar a qualidade da gestão pública no Brasil, sobretudo para revelar talentos”, celebrou o presidente da Fundação, ACM Neto.

Para Antonio Rueda, presidente do União Brasil, a inciativa leva a Fundação e o partido um passo adiante na conjuntura nacional política, a partir de um projeto diferenciado e inovador. “Nosso partido já integra em seu ecossistema, importantes lideranças jovens, como nossos parlamentares Yandra Moura, Alexandre Leite, Kim Kataguiri, Rodrigo Valadares, Lucas Moreno. Mas é necessário ampliar ainda mais nossos quadros. Tenho certeza de que o curso será um sucesso”.

Estavam presentes, os deputados federais Hélio Leite (PA), Mendonça Filho (PE), Yandra Moura (SE), Zacharias Calil (GO), Paulo Azi (BA), Matheus Laiola (PR), Antônio Nicoletti (RR), Pedro Lucas Fernandes (MA), Fernando Filho (PE), Pauderney Avelino (AM), Geraldo Mendes (PR), Damião Feliciano (PB), além do senador Sérgio Moro (PR).

“O União Brasil, como partido, tem uma responsabilidade de formar novas lideranças e está fazendo isso através da Fundação Índigo. Muito importante investir nessa formação para que as pessoas despertem para a necessidade da política e do aprimoramento da gestão pública. E fazer isso, junto com o Ibmec, uma instituição consagrada, concede uma grande oportunidade aos jovens”, destacou o senador Sergio Moro.

Na mesma linha, o deputado federal Hélio Leite entende que é preciso ao político, especialmente o jovem, buscar cada vez mais conhecimento, a visão de futuro e se modernizar. “A Fundação Índigo e seu presidente ACM Neto demonstram, mais uma vez, sua capacidade de gerenciamento do homem público, de conhecimento, e, acima de tudo, preparar nossos líderes para fortalecer nosso país. E esse é o caminho da Fundação: preparar líderes para um futuro próspero”.

“Eu fico entusiasmada de saber que eu faço parte de uma Fundação que faz parcerias tão salutares para todos nós, e agora em específico para os jovens poderem ingressar na política e fazerem a diferença, trazer renovação, força de vontade. Porque o jovem de hoje não tem projeto de poder, tem projeto de mudar a realidade em que se vive a sociedade”, comemorou a deputada federal Yandra Moura.

O presidente do União Brasil Jovem, Lucas Moreno, entende que o projeto Líderes do Futuro é um passo importante para mostrar que é possível renovar e melhorar a política. “A sociedade como um todo clama pela melhoria dos serviços públicos e só é possível melhorar qualificando as novas lideranças, pois as pessoas precisam estar aptas, preparadas para esses novos enfrentamentos e fazer do Brasil um país melhor”, ressaltou.

Teoria e prática

O curso pretende desenvolver e qualificar jovens lideranças por meio de ferramentas modernas de gestão pública comprovadamente eficazes, adotadas por instituições como a Harvard Business School e o próprio Ibmec, que tem mais de meio século de atuação acadêmica. De acordo com a diretora de Soluções Corporativas do Ibmec, Priscila Simões, o curso Líderes do Futuro foi construído sob medida para atender às expectativas da Fundação Índigo.

“Essa parceria que estamos fazendo é importantíssima porque a missão do Ibmec é a formação de líderes para o futuro, para o amanhã. Então, tem tudo a ver com esse programa que a gente está fazendo e isso inclui, evidentemente, não apenas lideranças empresariais, mas também lideranças públicas, da área política propriamente dita”, celebrou Simões.

Ao todo, serão 120 horas de aulas online, com 80 horas de conteúdo comum e, ao final, o estudante deverá escolher entre 40 horas de Gestão Pública ou Gestão Política. A metodologia envolve, por exemplo, estudo de casos, aprendizagem baseada em problemas e projetos, simulações. “Focamos bastante em atividades práticas e Soft skills, que são habilidades sociocomportamentais absolutamente imprescindíveis hoje no mercado”, explicou o diretor do Ibmec em Brasília, Carlos Ricardo Caichiolo.

Veja também

Bolsonaristas repudiam fala de Lula em que chama bebês frutos de estupro de monstros

Após o presidente da República, Lula da Silva (PT), ter questionado “que monstro vai sair …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!