quarta-feira 24 de abril de 2024
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Home / NOTÍCIAS / Exame toxicológico: quem perdeu prazo têm 30 dias para regularizar situação e não ser multado
quarta-feira 3 de abril de 2024 às 12:47h

Exame toxicológico: quem perdeu prazo têm 30 dias para regularizar situação e não ser multado

NOTÍCIAS


O Conselho Nacional de Trânsito (Contran), em deliberação publicada em 26 de janeiro de 2024, definiu que os condutores das categorias C, D e E com o exame toxicológico vencido deveriam regularizar a situação de forma escalonada em dois grupos.

O prazo para o primeiro grupo de condutores das categorias C, D e E, com vencimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) entre janeiro e junho, terminou em 31 de março. Agora, caso esses motoristas não façam o teste até 30 de abril, eles poderão ser multados diretamente pelos sistemas eletrônicos dos Departamentos de Trânsito (Detrans) estaduais e do Distrito Federal a partir de 1 de maio, conforme o artigo 165-D do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Já o segundo grupo, que trata dos condutores das categorias C, D e E com vencimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) entre julho e dezembro, deverá realizar o exame toxicológico dentro do prazo legal previsto para 30 de abril.

De acordo com levantamento realizado pela Senatran em 1º de abril de 2024, 3,4 milhões de condutores das categorias C, D e E, com vencimento da CNH entre janeiro e dezembro, ainda precisam regularizar a situação.

Alertas

A Senatran tem buscado orientar os condutores por meio de campanhas educativas e alertas emitidos por meio da Carteira Digital de Trânstio (CDT) para que os motoristas realizem o teste.

Veja como verificar ser seu exame toxicológico está em dia:

Acesse a área do condutor da CDT;

Clique no botão “Exame toxicológico”;

Verifique se o prazo para realização está vencido;

Em caso positivo, busque um dos laboratórios credenciados e faça a coleta para a realização do exame toxicológico.

Veja também

Embraer anuncia produção de ‘carro voador’ em tamanho real

A Eve Air Mobility, uma subsidiária brasileira da Embraer, está desenvolvendo aeronaves elétricas de decolagem …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas