domingo 14 de agosto de 2022
Home / Mundo / MUNDO / Embaixador pede desculpas à família por confirmar mortes de jornalista e indigenista
terça-feira 14 de junho de 2022 às 16:14h

Embaixador pede desculpas à família por confirmar mortes de jornalista e indigenista

MUNDO, NOTÍCIAS


O embaixador brasileiro no Reino Unido, Fred Arruda, pediu desculpas, nesta terça-feira (14/6), à família de Dom Phillips por informar incorretamente que a Polícia Federal (PF) havia encontrado o corpo do jornalista e do indigenista Bruno Pereira.

Na manhã de segunda-feira (13/6), um funcionário da embaixada ligou para o cunhado e a irmã de Phillips para informá-los de que os corpos do jornalista britânico e do especialista indígena brasileiro haviam sido encontrados amarrados a uma árvore, uma semana depois que os dois desapareceram no Amazonas.

A informação foi divulgada pela esposa de Dom Phillips. Logo em seguida, a PF afirmou não ter encontrado nenhum corpo.

Segundo o jornal britânico The Guardian, onde Dom trabalhava, nesta terça-feira, o embaixador Fred Arruda escreveu à família Phillips para retirar a declaração da embaixada.

“Lamentamos profundamente que a embaixada tenha passado à família ontem informações que não se mostraram corretas”, disse Arruda.

O embaixador brasileiro disse ainda que a equipe estava “enganada” por informações recebidas de “oficiais investigadores”.

Durante a conversa, Arruda insistiu que “a operação de busca vai continuar, sem poupar esforços”.

“Nossos pensamentos permanecem com Dom, Bruno, vocês e os outros membros de ambas as famílias”, disse o embaixador.

O indigenista brasileiro Bruno Araújo Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips, colaborador do jornal The Guardian, desapareceram no último dia 5.

Esposa disse que corpos foram encontrados

A esposa do jornalista Dom Phillips afirmou, na segunda-feira (13/6), que a Polícia Federal (PF) encontrou os corpos do jornalista e do indigenista Bruno Pereira.

As autoridades ainda não confirmaram a informação, que foi reveladapelo jornalista André Trigueiro, da GloboNews.

No domingo, a PF disse que foram encontrados, um cartão de saúde com nome de Bruno e outros itens dele e de Dom Phillips.

Durante a tarde, os bombeiros informaram ter encontrado uma mochila, um notebook e um par de sandálias na área onde são feitas as buscas pelo jornalista inglês e pelo indigenista no interior do Amazonas.

PF negou

O Comitê de crise coordenado pela Polícia Federal do Amazonas informou que “não procedem” as informações sobre a localização dos corpos do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira.

“Conforme já divulgado, foram encontrados materiais biológicos que estão sendo periciados e os pertences pessoais dos desaparecidos. Tão logo haja o encontro, a família e os veículos de comunicação serão imediatamente informados”, informou a PF em nota.

Veja também

Companhia de petróleo da Arábia Saudita teve lucro recorde de US$ 48,4 bilhões no 2º trimestre

A Aramco, companhia nacional de petróleo da Arábia Saudita, reportou neste domingo (14) na Dow …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!