segunda-feira 24 de junho de 2024
Foto: Divulgação
Home / ELEIÇÕES 2024 / Disputa eleitoral em Porto Seguro tem apenas o atual prefeito como candidato natural
domingo 19 de novembro de 2023 às 08:52h

Disputa eleitoral em Porto Seguro tem apenas o atual prefeito como candidato natural

ELEIÇÕES 2024, NOTÍCIAS, SUL DA BAHIA


Quem comanda a prefeitura de Porto Seguro, cidade do litoral sul da Bahia a 593 quilômetros de Salvador, é o PL. Eleito em 2020 com 41,17% dos votos, Jânio Natal ainda pode se reeleger e é o candidato natural pelo partido, embora diga que seu foco neste momento é melhorar a cidade. Para ele, é prematuro e desgastante divulgar os nomes da chapa agora.

Por meio da assessoria de imprensa, o prefeito afirmou a Laisa Gama , do portal Metro1, que, a partir de março, ele irá se reunir com seus correligionários para definir qual será a composição mais competitiva para disputar as próximas eleições. Diversos partidos estão se estruturando com o objetivo de formar uma coalizão majoritária no futuro, incluindo o PDT, União Brasil, Republicanos, PL, PP e Avante.

Dos nomes para a cidade, dois deles já estiveram à frente da prefeitura. É o caso da atual deputada estadual Cláudia Oliveira (PSD) e de Ubaldino Jr (MDB). Ambos, inclusive, já estiveram envolvidos em polêmicas sobre irregularidades nos períodos de gestão.

Ex-prefeitos na disputa

Cláudia ocupou a prefeitura entre os anos de 2013 a 2020. Em 2017, ela foi investigada pela Polícia Federal na Operação Fraternos, que apurava desvios de verbas em licitações milionárias. Ela chegou a ser presa por um dia no ano de 2021. Em 2018, ela já havia sido afastada da prefeitura pelo mesmo motivo, mas conseguiu retomar seu mandato após decisão judicial.

Cláudia Oliveira não deu certeza conforme Laisa Gama , do Metro1, sobre sua candidatura em Porto Seguro, visto que também é cogitada para Eunápolis, cidade em que mais recebeu votos para o cargo de deputada estadual. Ela deve deixar a decisão com o grupo para janeiro de 2024. “Estou focada no meu mandato de deputada estadual. Meu nome é logicamente forte, fruto de um trabalho que foi feito durante oito anos quando eu saí com uma boa avaliação”, afirmou.

Já Ubaldino Jr. geriu a cidade entre os anos de 1996 até 2003, quando foi afastado do cargo por supostos desvios milionários. Atualmente, ele está inelegível por abuso de meios de comunicação e poder econômico no ano de 2012, quando disputou o pleito municipal.

À reportagem, o presidente de honra do MDB, Lúcio Vieira Lima, afirmou que o partido aguarda uma decisão judicial sobre a elegibilidade de Ubaldino. “A pré-candidatura de Ubaldino Jr. ainda depende de uma liberação do Judiciário. Fizeram uma grande injustiça e ele ficou inelegível. Estamos aguardando o resultado dessa consulta para confirmar a pré-candidatura dele”, pontuou.

“Apesar dele não ter disputado as duas últimas eleições, ele continua com o prestígio inabalável. As pesquisas de opinião que nós fazemos ele vem bem forte. Creio que definido elegibilidade dele, como tenho certeza que será, ele passa a ser o amplo favorito no processo”, acrescentou o emedebista.

Em busca de mudanças

Outro pré-candidato é o empresário Luigi Rotunno (PSDB), que foi postulante em 2020 e conseguiu 16,82% dos votos. Ao Metro1, o tucano afirmou que a sua legenda chegará competitiva para o pleito do próximo ano.

“Sem dúvida, estamos fortalecendo o partido para seguir avançando em busca de um novo cenário político para 2024.Em 2020, fui surpreendido com quase 12 mil votos, quando fui candidato a prefeito pela primeira vez. Esse resultado gerou um senso de responsabilidade perante aos eleitores. Se esse for o desejo da população, meu nome estará à disposição”, disse.

Veja também

Alckmin comemora dados de produção agroindustrial em abril

O vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) comemorou neste último sábado (22) dados divulgados pelo Centro de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!