terça-feira 28 de junho de 2022
Foto: Ascom/AL-BA
Home / NOTÍCIAS / Deputados oficializam migração partidária e alteram formação de blocos na AL-BA
sexta-feira 22 de abril de 2022 às 19:54h

Deputados oficializam migração partidária e alteram formação de blocos na AL-BA

NOTÍCIAS, POLÍTICA


Na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), 24 parlamentares trocaram de legenda durante a janela partidária. O período de 30 dias, que se encerrou em 1º de abril, é destinado a detentores de mandatos eletivos que queiram mudar de partido de olho nas eleições de 2 de outubro sem risco de perda do mandato por infidelidade partidária. A chamada janela partidária foi regulamentada pela reforma eleitoral realizada em 2015, após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) formar entendimento de que o mandato pertence ao partido, e não ao político eleito.

O partido União Brasil (UB), resultado da fusão do DEM com o PSL, foi o destino dos seguintes parlamentares: Dal (ex-PP), Marcelo Veiga (ex-PSB), Mirela Macedo (ex-PSD), Kátia Oliveira (ex-MDB), Soldado Prisco (ex-PSC), Robinho (ex-PP) e David Rios (ex-PSDB). Além dos recém-chegados, o UB teve oficializadas as permanências de cinco parlamentares do DEM: Alan Sanches, Luciano Simões Filho, Pedro Tavares, Sandro Régis e Tom Araújo.

O deputado Capitão Alden saiu do PSL e confirmou sua filiação ao PL. A deputada Talita Oliveira também deixou o PSL e migrou para o Republicanos. A legenda republicana foi também o destino do deputado Samuel Junior, antes integrante do PDT. Eleito pelo PP, o deputado Junior Muniz se mudou para o PT, agremiação que também recepcionou Euclides Fernandes (ex-PDT). Já o deputado Tum, que se elegeu pelo PSC, oficializou seu ingresso nas fileiras do Avante. O decano da ALBA, deputado Jurandy Oliveira, saiu do PP e aderiu ao PSB. O PDT passará a contar com o deputado Carlos Ubaldino, que deixou o PSD ao fim da janela partidária, e se juntará ao correligionário Leo Prates. Por fim, o PV foi destino dos deputados Alan Castro (ex-PSD), Marquinho Viana (ex-PSB), Roberto Carlos (ex-PDT) e Vitor Bonfim (ex-PL).

Ao fim da janela partidária, o MDB ficou sem representante no Legislativo baiano. Por outro lado, o PV passou a ter quatro legisladores.

      Confira a relação dos parlamentares que mudaram de legenda partidária:

PARLAMENTAR

PARTIDO EM QUE ESTAVA

PARTIDO ATUAL

Alan Castro

PSD

PV

Alan Sanches

DEM

União Brasil

Capitão Alden

PSL

PL

Carlos Ubaldino

PSD

PDT

Dal

PP

União Brasil

David Rios

PSDB

União Brasil

Euclides Fernandes

PDT

PT

Junior Muniz

Sem Partido

PT

Jurandy Oliveira

PP

PSB

Kátia Oliveira

MDB

União Brasil

Luciano Simões Filho

DEM

União Brasil

Marcelinho Veiga

PSB

União Brasil

Marquinho Viana

PSB

PV

Mirela Macedo

PSD

União Brasil

Pedro Tavares

DEM

União Brasil

Roberto Carlos

PDT

PV

Robinho

PP

União Brasil

Samuel Junior

PDT

Republicanos

Sandro Régis

DEM

União Brasil

Soldado Prisco

PSC

União Brasil

Talita Oliveira

PSL

Republicanos

Tom Araújo

DEM

União Brasil

Tum

PSC

Avante

Vitor Bonfim

PL

PV

Blocos partidários

Com a definição das mudanças partidárias, a ALBA passou a ter novas formações de blocos partidários. O último ofício deferido pelo presidente do Legislativo, deputado Adolfo Menezes (PSD), instituiu o bloco PC do B/Avante/Patriota, com liderança de Josafá Marinho (Patriota) e vice-liderança de Zó (PC do B). O ato foi publicado no Diário Oficial do Parlamento no último dia 14.

Antes disso, outros quatro blocos partidários já tinham sido oficializados. O maior bloco partidário foi criado entre União Brasil e PL, com 13 parlamentares. O grupo terá como líder o deputado Tom Araújo (UB), e como vices os deputados David Rios, Dal e Robinho.

Já o bloco Republicanos/PSDB/PDT terá oito parlamentares e será liderado pelo deputado Samuel Junior (PDT). Além disso, terá como vice-líderes Jurailton Santos (Republicanos) e Leo Prates (PDT).

Outro bloco cuja formação foi autorizada pelo presidente da ALBA é formado pelo PP e PSC e terá o deputado Eduardo Sales (PP) como líder. Os vice-líderes escolhidos são Niltinho (PP) e Laerte do Vando (PSC), único parlamentar da sigla no bloco.

O bloco partidário PSB/PV possui oito deputados e será presidido por Alex Lima (PSB), tendo na vice-liderança os deputados Angelo Almeida (PSB) e Vitor Bonfim (PV).

De acordo com o regimento interno da Casa, o partido que possui ao menos 1/10 do total de parlamentares não precisa formar bloco com outra agremiação, formando, por si só, uma bancada. É o caso de PT e PSD. O deputado Hilton Coelho, do Psol, não informou, até o fechamento desta edição, adesão a algum bloco.

 

Veja como ficou a constituição dos novos blocos partidários na ALBA:

UB/PL

PP/PSC

PV/PSB

REPUB/

PSDB/PDT

PCDOB/AVANTE/PATRIOTA

Alan Sanches

(UB)

Aderbal Fulco Caldas

(PP)

Alan Castro

(PV)

José de Arimateia (Republicanos)

Bobô

(PC do B)

Dal

(UB)

Marquinho Viana (PV)

David Rios

(UB)

Antonio Henrique Júnior (PP)

Roberto Carlos (PV)

Jurailton Santos (Republicanos

Fabrício Falcão

(PC do B)

Kátia Oliveira

(UB)

Luciano Simões Filho (UB)

Eduardo Salles

(PP)

Vitor Bonfim

(PV)

Samuel Júnior (Republicanos)

Olivia Santana

(PC do B)

Marcelinho Veiga (UB)

Luiz Augusto

(PP)

Alex Lima

(PSB)

Talita Oliveira (Republicanos)

(PC do B)

Capitão Alden (PL)

Nelson Leal

(PP)

Angelo Almeida (PSB)

Paulo Câmara (PSDB)

Tum

(Avante)

Mirela Macedo

(UB)

Pedro Tavares (UB)

Niltinho

(PP)

Fabíola Mansur (PSB)

Tiago Correia (PSDB)

Josafá Marinho (Patriota)

Robinho (UB)

Sandro Régis (UB)

Laerte do Vando (PSC)

Jurandy Oliveira (PSB)

Leo Prates

(PDT)

Leo Prates

(PDT)

Soldado Prisco (UB)

Tom Araújo (UB)

Veja também

Justiça manda mãe de Henry Borel voltar para a cadeia no Rio

A Justiça do Rio determinou, nesta terça-feira (28), que a mãe do menino Henry Borel, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!