quinta-feira 30 de maio de 2024
Home / DESTAQUE / Deputado pretende criar procuradoria de assistência jurídica para policiais
quarta-feira 8 de maio de 2019 às 04:32h

Deputado pretende criar procuradoria de assistência jurídica para policiais

DESTAQUE, POLÍTICA


O deputado Capitão Alden (PSL) defende a criação de procuradorias de assistência jurídica aos policiais militares e civis, além dos Bombeiros Militares, na estrutura de suas respectivas corporações. O parlamentar protocolou uma indicação, endereçada ao governador Rui Costa, solicitando que o chefe do executivo encaminhe um projeto de lei com este objetivo para a Assembleia Legislativa (ALBA).

Na sua justificativa, o legislador fala que a criação das respectivas procuradorias, em cada órgão, será de grande avanço no cenário baiano, “pois irão exercer um papel constitucional essencial na promoção dos direitos fundamentais e tutelar as demandas peculiares ao cotidiano destes agentes”.

O capitão esclarece que os núcleos especializados promoverão a proteção e assistência jurídica e gratuita aos policiais e bombeiros que – no exercício de suas atribuições – sejam acusados em procedimento administrativo, inquérito policial ou judicial em decorrência do exercício regular de sua função.

Com a criação de núcleos especializados em defesa dos agentes de segurança pública, o deputado está convencido de que “aqueles que atuam na defesa da sociedade e necessitam de apoio jurídico especializado contarão com a própria estrutura estatal de acordo com as características de sua atividade profissional”.

Alden assegura que sua indicação tem amparo legal na própria Constituição estadual da Bahia e preenche todos os requisitos formais. Por fim, solicita o apoio dos nobres pares da Casa Legislativa à sua proposição, “considerando que o interesse social para milhares de servidores públicos é notável “.

Veja também

Maioria da população brasileira acredita que País ‘está na direção errada’, mostra pesquisa

Uma pesquisa do instituto Ipsos aponta que a maioria da população brasileira avalia que o …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas