terça-feira 28 de maio de 2024
Home / POLÍTICA / DEM ressurge após 2014 e deve governar 26 milhões, diz levantamento

DEM ressurge após 2014 e deve governar 26 milhões, diz levantamento

domingo 30 de setembro de 2018 às 10:15h

O DEM deve voltar a comandar governos estaduais, elegendo os chefes do Executivo de Goiás (Ronaldo Caiado), Mato Grosso (Mauro Mendes) e Rio de Janeiro (Eduardo Paes). Isso é o que mostram as mais recentes pesquisas do Ibope.

Somados, os Estados têm uma população de 26.842.272 habitantes.

O partido ainda tem chance no Amapá. Em 2014, a legenda não havia feito nenhum governador. “O DEM ganhou muito no governo Temer, atuando em ministérios, no Congresso. Se fortaleceu depois de um tempo atuando de forma inexpressiva”, diz a cientista política Vera Chaia, da PUC-SP conforme publicou o jornal Estado de SP.

Segundo publicação, para ela, a relação do partido com o agronegócio também explica esse desempenho.

Símbolo da relação do partido com o campo, Caiado lidera com 47% as pesquisas para o governo de Goiás. “Isso é resultado da coerência do partido e da defesa de princípios caros ao povo brasileiro”, afirma o senador.

Ele espera que o partido eleja nove dos 17 deputados federais de Goiás, além de que Paes vença no Rio. Após pertencer ao PFL (antigo nome do DEM), Paes passou pelo PSDB e pelo MDB, antes de voltar ao DEM. “Ele foi meu calouro na Câmara. Agora criou juízo e voltou ao seu leito normal”, disse Caiado.

Para o prefeito de Salvador e presidente nacional da legenda, ACM Neto, o partido deve eleger 40 deputados federais. Em 2014, foram 22.

“A gente vem se preparando para isso. E, quando tivemos integrantes envolvidos em denúncias, nós expulsamos, como no caso de Demóstenes (Torres, ex-senador por Goiás) e de Arruda (José Roberto, ex-governador do Distrito Federal)”, disse ACM Neto.

Na Bahia, no entanto, o candidato do DEM deve perder no primeiro turno diz jornal.

Veja também

Pesquisa anima aliados de Arthur Lira

A pesquisa Quaest, feita com 185 deputados (35% do total) e divulgada na última quinta-feira …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas