quarta-feira 19 de janeiro de 2022
O novo diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, assumiu o cargo na semana passada Governo do estado de São Paulo / Foto: Divulgação/PF
Home / JUSTIÇA / Delegado pede que corregedor apure acumulações de cargos do diretor-geral da PF
sábado 27 de novembro de 2021 às 17:16h

Delegado pede que corregedor apure acumulações de cargos do diretor-geral da PF

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


Afastado em abril da superintendência da PF no Amazonas, depois de apresentar uma notícia-crime contra o então ministro Ricardo Salles, o delegado Alexandre Saraiva, não tem segundo ao jornalista Lauro Jardim, a intenção de dar boa vida ao diretor-geral da Polócia Federal, Paulo Maiurino.

Saraiva enviou ao corregedor-geral da PF, João Xavier Filho, um pedido para que apure se Maiurino acumulou indevidamente cargos públicos. Mais especificamente cinco cargos públicos simultaneamente em 2019: delegado da PF, Secretário Executivo do Conselho de Segurança Pública do Rio de Janeiro, Assessor Especial de Wilson Witzel, integrante do conselho de administração da Cedae e Secretário de Segurança do STF.

Escreve Saraiva:

“Caso verdadeiras as informações, em tese, houve acumulação dos cargos públicos. Assim, em teoria, a situação pode configurar enriquecimento ilícito e improbidade administrativa, especialmente se foi ultrapassado o teto, constitucionalmente previsto, para os vencimentos dos servidores públicos.”

Veja também

Pretas Por Salvador solicitam que Prefeitura reveja estratégias de vacinação para crianças de 5 a 11 anos

Nesta última segunda-feira(17), o mandato coletivo Pretas Por Salvador (PSOL/BA), usou suas redes sociais para …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um dos maiores formadores de líderes empresariais do mundo nasceu no Brasil

error: Content is protected !!