domingo 21 de julho de 2024
Home / POLÍTICA / Conheça Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência

Conheça Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência

Foto: Reprodução
domingo 28 de outubro de 2018 às 10:09h

Ministro da Educação entre os anos de 2005 e 2012 e prefeito de São Paulo, a maior cidade do país, entre 2013 e 2016, Fernando Haddad, foi oficializado com candidato à Presidência pelo PT (Partido dos Trabalhadores) após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser declarado inelegível pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Preferido por 31.361.591 brasileiros no primeiro turno, Haddad tenta hoje reverter a diferença de mais de 18 milhões de votos em relação a Jair Bolsonaro (PSL), que foi escolhido por 49 milhões de eleitores.

Nascido em São Paulo (SP) no dia 25 de janeiro de 1963, Haddad é formado em direito, tem mestrado em economia e doutorado em filosofia. Atualmente, é professor do Departamento de Ciência Política da USP (Universidade de São Paulo).

Filho do imigrante libanês Khalil Haddad e da filha de libaneses Norma Teresa Goussain, o candidato à Presidência pelo PT é casado com Ana Estela Haddad desde 1988, com quem tem dois filhos: Frederico Haddad e Ana Carolina Haddad.

Carreira política

A trajetória política de Haddad teve início durante sua formação acadêmica, quando se filiou ao Partido dos Trabalhadores no ano de 1983. No ano de 2005, o petista ocupou a vaga de Tarso Genro à frente do Ministério da Educação, permaneceu no cargo até 2012, quando deixou o posto para disputar a prefeitura de São Paulo.

Durante os quatro anos em que comandou a cidade de São Paulo, Fernando Haddad sofreu com a baixa aprovação desde o primeiro ano de mandato. Ele dentro e fora do PT devido à “prioridade” dada pela gestão ao centro expandido da capital paulista.

Em 2016, Haddad tentou se reeleger ao cargo, mas a rejeição por quase 45% dos eleitores paulistanos obteve apenas 16,7% dos votos válidos, ficou em segundo lugar na disputa e viu o tucano João Doria se eleger no primeiro turno. Desde 1992, o PT nunca havia ficado de fora da disputa do segundo turno na capital paulista.

Como já havia retornado às salas de aula em 2015, Haddad seguiu com a carreira professor até ser convidado pelo PT para compor a chapa presidencial com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas Eleições 2018. Com a impugnação da candidatura de Lula, Haddad ganhou o aval para assumir a chapa e terá Manuela d’Ávila como vice da chapa.

Veja também

Entrevista: sucessão de Lira foi antecipada e pode ‘chamuscar’ candidatos, diz Padilha

Responsável pela articulação política do governo, o ministro Alexandre Padilha (Relações Institucionais) avalia em entrevista a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!