quinta-feira 13 de junho de 2024
Home / DESTAQUE / Conheça a definição dos candidatos ao governo da Bahia

Conheça a definição dos candidatos ao governo da Bahia

domingo 29 de julho de 2018 às 13:29h

As convenções partidárias para definição dos candidatos ao cargo de governador da Bahia nas eleições deste ano começaram no sábado (28) e irá até dia 4 de agosto, próximo sábado.

Mas sete partidos já anunciaram pré-candidatos ao posto de novo governador.

O pleito ocorrerá no dia 7 de outubro, em primeiro turno, e no dia 28 do mesmo mês, nos casos de segundo turno.

As convenções partidárias são reuniões de filiados a uma legenda para análise de assuntos de interesse do grupo. Nas convenções estaduais, são escolhidos os candidatos oficiais a cargos públicos como governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal e deputado estadual, por exemplo.

Os partidos têm até 5 de agosto para realizarem as reuniões, conforme calendário eleitoral. Após deliberação dos filiados da agremiação, os candidatos escolhidos poderão pedir o registro de candidatura à Justiça Eleitoral até 15 de agosto, e os requerimentos serão julgados até 17 de setembro. A partir do dia 16, começará a propaganda eleitoral.

Eleições 2018: partidos fazem convenções para definir candidatos

Data Partido Pré-candidato a governador Local da convenção
————- ——– ——————– —————————————————————–
31/07 (terça-feira) PRTB João Henrique Edifício Salvador Shopping Business, Torre Europa (Sala 3), Alameda Salvador (a partir das 8h)
01/08 (quarta-feira) MDB João Santana Sede do partido, na Rua Arthur de Azevedo Machado, Costa Azul (a partir das 9h)
03/08 (sexta-feira) DEM José Ronaldo Hotel Fiesta, bairro do Itaigara, em Salvador (a partir das 9h)
04/08 (sábado) PT Rui Costa Parque de Exposições, em Salvador (partir das 9h)
04/08 (sábado) PSDC Marcos Maurício Centro Empresarial Iguatemi (CEI), na Av. Tancredo Neves, em Salvador (a partir das 8h30)

Financiamento de campanha

Por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), as empresas estão proibidas de fazer doações para campanhas eleitorais. Assim, somente pessoas físicas podem doar.

Diante disso, o Congresso Nacional aprovou, e o presidente Michel Temer sancionou, a criação de um fundo eleitoral, abastecido com dinheiro público, que destinará R$ 1,7 bilhão para os partidos.

 

Veja também

Megaprojeto de Milei é aprovado no Senado argentino; texto voltará para Câmara

O megaprojeto de lei proposto por Javier Milei foi aprovado no Senado da Argentina nesta …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!