quinta-feira 20 de junho de 2024
Home / Mundo / MUNDO / Colaboradores de Guaidó são detidos na Venezuela
sexta-feira 3 de abril de 2020 às 16:02h

Colaboradores de Guaidó são detidos na Venezuela

MUNDO, NOTÍCIAS


Dois colaboradores de Juan Guaidó foram presos nesta última quinta-feira (2) em Caracas, no dia em que o líder opositor ignorou uma convocação da Justiça envolvendo a investigação por “tentativa de golpe de Estado e magnicídio” do presidente Nicolás Maduro.

Demóstenes Quijada e Maury Carrero foram presos em suas casas durante a madrugada, por agentes da Direção Geral de Contra-Inteligência Militar (DGCIM), segundo a assessoria de Guaidó, chefe do Parlamento reconhecido como presidente encarregado da Venezuela por mais de meia centena de países.

“Com esta nova arremetida da ditadura, já são 10 os membros da equipe sequestrados pelas forças de segurança, cinco deles nas últimas 72 horas”, assinalou a assessoria no Twitter.

Nem o governo de Nicolás Maduro, nem autoridades policiais e militares, confirmaram as prisões, que coincidem com uma convocação de Guaidó ao Ministério Público nesta quinta-feira.

Segundo o procurador-geral, Tarek William Saab, a convocação se baseia na apreensão, na Colômbia, de armas de fogo que estariam sendo enviadas à Venezuela como parte de um plano de assassinato de Maduro e outros membros do alto escalão.

Guaidó foi envolvido no suposto plano por Clíver Alcalá Cordones, militar reformado próximo ao falecido presidente Hugo Chávez (1999-2013) e que rompeu com Maduro.

O líder opositor descartou comparecer. “Não faz muito sentido, uma vez que Saab sequer tem funções”, disse, em entrevista ao canal eletrônico EVTV, com sede em Miami.

Guaidó desconhece Saab, designado pela Assembleia Constituinte, 100% governista, que, na prática, tomou as funções do Parlamento, único poder controlado pela oposição na Venezuela.

O líder legislativo é alvo de vários processos na Justiça venezuelana.

Veja também

Terroristas usam ‘barco-drone’ para afundar navio grego no Mar Vermelho; assista

Militantes Houthis afundaram um navio comercial grego no Mar Vermelho, informou o grupo rebelde do …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!