segunda-feira 27 de maio de 2024
Home / DESTAQUE / Baianos podem decidir no Conselho de Ética sobre cassação de Chiquinho Brazão
quarta-feira 24 de abril de 2024 às 13:53h

Baianos podem decidir no Conselho de Ética sobre cassação de Chiquinho Brazão

DESTAQUE, NOTÍCIAS, POLÍTICA


Preso há um mês sob a acusação de ser um dos mentores do assassinato da vereadora Marielle Franco, o deputado Chiquinho Brazão participou da sessão do Conselho de Ética da Câmara nesta quarta-feira (24). O colegiado analisa um processo de quebra de decoro parlamentar, que pode levar à sua cassação. No início do mês, o plenário da Câmara o manteve preso após votação.

Foto: Reprodução/TV Globo

— Sei da seriedade do crime ocorrido, mas posso falar que sou inocente e provarei. Ao final de tudo isso, comigo provando a inocência, quero que todos se retratem perante a minha família. Todos estão sofrendo muito pela pressão popular. As palavras de deputados têm um alcance enorme, mas entendo o que vocês estão passando, com muita pressão em cima — disse.

Uma lista tríplice foi sorteada para que seja escolhido um relator do caso. Os nomes são Jack Rocha (PT-ES), além dos deputados baianos, Joseildo Ramos (PT) e Jorge Solla (PT). Cabe agora a outro baiano, o presidente do Conselho de Ética, Leur Lomanto Jr (União-BA), a escolha.

Chiquinho e seu irmão Domingos Brazão, conselheiro do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro, foram presos no dia 24 de março. Ao determinar a prisão, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que eles fossem conduzidos a uma unidade federal. Além dos irmãos, o ex-chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro Rivaldo Barbosa também foi preso.

Barbosa está preso em Brasília. Já Chiquinho está em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e Domingos em Porto Velho, em Rondônia, para evitar que mantenham contato.

Veja também

Deputado Angelo Coronel Filho saúda povo do município de Irará pelo aniversário de 182 anos de emancipação

Nesta segunda-feira (27), o município de Irará festeja o aniversário de 182 anos de emancipação …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas