quarta-feira 24 de abril de 2024
IM-1 - Odysseus: pousador entrou em órbita lunar nesta quarta-feira, 21 (Intuitive Machines/Divulgação)
Home / NOTÍCIAS / Após 50 anos, Estados Unidos voltam a pousar na Lua
quinta-feira 22 de fevereiro de 2024 às 20:36h

Após 50 anos, Estados Unidos voltam a pousar na Lua

NOTÍCIAS


A empresa espacial Intuitive Machines conseguiu realizar, nesta quinta-feira (22) a alunissagem da missão IM-1 Odysseus — conhecida também como Nova-C. Este é o primeiro pouso americano no satélite desde o fim das missões Apollo, em 1972. Além de marcar o retorno do país à Lua, essa também é primeira missão comercial a conseguir realizar o feito em solo lunar.

O lançamento ocorreu no último dia 15, a bordo de um Falcon 9, da SpaceX, a partir do Kennedy Space Center, em Cabo Canaveral, na Flórida. Após uma semana viajando pelo espaço, a sonda entrou em órbita lunar nesta quarta-feira, 21. Por volta das 20h30 desta quinta-feira o pousador iniciou o processo de alunissagem, nas proximidades da cratera Malapert A, próxima ao polo sul. O pouso automatizado foi finalizado com sucesso às 20h38.

A missão faz parte do programa CLPS (Serviços Comerciais de Carga Útil Lunar, na sigla em inglês), da Nasa, que visa popularizar as missões espaciais comerciais. A expectativa é de que projetos privados como esse deem suporte à missões maiores, como a Artemis, que visa levar humanos de volta à Lua ainda nesta década.

Qual o objetivo dessa missão?

Além do significado simbólico, o pousador leva consigo seis instrumentos da Nasa que deverão capturar imagens e coletar dados de rádio do solo e das proximidades da cratera Malapert A, próxima ao polo sul, onde a alunissagem deve ocorrer. A sonda ainda leva cargas de seis outras parcerias comerciais.

As análises funcionarão como uma investigação previa que deverão dar suporte à missão Artemis da agência espacial americana, que planeja levar astronautas de volta ao satélite — incluindo o primeiro negro e a primeira mulher — ainda nesta década. A missão M2 da Intuitive Machines planeja pousar no polo sul ainda em 2024.

Em que contexto a missão acontece?

O lançamento ocorre pouco mais de um mês após o fracasso da primeira missão comercial lançada pelo programa CLPS com o objetivo de pousar na Lua. Organizada pela empresa Astrobotic, essa foi a terceira tentativa privada que fracassou em realizar uma alunissagem bem-sucedida.

Apesar do insucesso das missões comerciais, no último ano dois países, a Índia e o Japão se tornaram, respectivamente, o quarto e o quinto país a conseguirem realizar um pouso bem sucedido o satélite natural da Terra, abrindo espaço para empresas estatais com pouca tradição da exploração lunar.

Todas essas missões acontecem em meio a uma nova etapa da corrida espacial, dessa vez protagonizada pelos Estados Unidos e pela China. Ambos planejam, além de levar humanos ao espaço no futuro próximo, construírem bases de exploração permanente na vizinhança espacial.

Veja também

Eduardo Paes tem 42,6% e Ramagem, 31,2%, diz pesquisa Atlas/CNN no Rio

O prefeito Eduardo Paes (PSD), pré-candidato à reeleição, tem 42,6% das intenções de voto no …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Pular para a barra de ferramentas