terça-feira 23 de julho de 2024
Home / NOTÍCIAS / WhatsApp vai interligar mensagens com o Telegram e outros APP; entenda
quinta-feira 14 de março de 2024 às 09:39h

WhatsApp vai interligar mensagens com o Telegram e outros APP; entenda

NOTÍCIAS, REDES SOCIAIS


A Meta, empresa controladora do WhatsApp, anunciou nesta semana uma das maiores atualizações em seus aplicativos de mensagens que vai permitir a integração com DApps cripto e blockchain, além de outras redes sociais como o Telegram. A novidade deve impactar 2 bilhões de usuários do app de mensagens.

Para cumprir uma nova lei da UE, a Lei dos Mercados Digitais (DMA), que entrou em vigor em 7 de março, a Meta revelou que fez grandes alterações no WhatsApp e no Messenger para permitir a interoperabilidade com serviços de mensagens de terceiros.

Basicamente, esta atualização vai permitir que Dapps de mensagens cripto e blockchain como Crypviser, Dust, Status, Wispr, Adamant e outras redes sociais, como o Telegram, sejam ‘integrados’ ao WhatsApp por meio de um protocolo de interoperabilidade de terceiros.

Um dos requisitos da Lei dos Mercados Digitais (DMA) é que os serviços de mensagens designados permitam que os serviços de mensagens de terceiros se tornem interoperáveis, desde que o terceiro cumpra uma série de elegibilidade, incluindo requisitos técnicos e de segurança.

Isso permite que usuários de provedores terceirizados que optem por habilitar a interoperabilidade enviem e recebam mensagens com usuários do Messenger ou do WhatsApp que optaram por participar.

“Haverá a possibilidade de escolha se o usuário quer ou não participar de uma troca de mensagens usando aplicativos de terceiros. É importante dar essa escolha, pois se trata de uma situação que pode ser uma grande fonte de spam e golpes”, explica Dick Brouwer, diretor de engenharia do WhatsApp.

Apps integrado com o WhatsApp

Para se integrar com o aplicativo da Meta, os aplicativos precisarão usar a mesma criptografia de ponta a ponta. Caso contrário, elas não poderão ser usadas em conjunto.

“Há uma tensão real entre oferecer uma maneira fácil de oferecer essa interoperabilidade a terceiros e, ao mesmo tempo, preservar a privacidade, a segurança e a integridade do WhatsApp”, conta Brouwer.

A empresa afirmou que os outros mensageiros que queiram funcionar com o WhatsApp também usem o padrão do Signal. A empresa disse, porém, que permitirá o uso de outros protocolos compatíveis, desde que seja demonstrado que eles ofereçam o mesmo nível de proteção que o do Signal.

Apesar da novidade já ter sido anunciada, a empresa não informou se ela será aplicada fora da União Europeia. Por exemplo, a DMA fez com que a Apple permitisse o uso de outras lojas de aplicativos no iPhone, mas a empresa não levou a mudança para outras jurisdições.

Por padrão, o WhatsApp ainda precisará do opt-in para que o usuário receba as mensagens. Segundo Brower, a medida ajuda a proteger os clientes de spam 一 junto com políticas rígidas adotadas neste sentido.

DApps cripto no WhatsApp

“Acreditamos que é essencial fornecer aos usuários informações transparentes sobre como funciona a interoperabilidade e como ela difere de seus bate-papos com outros usuários do WhatsApp ou Messenger. Esta será a primeira vez que os usuários farão parte de uma rede interoperável nos nossos serviços, pelo que será fundamental fornecer-lhes informações claras e diretas sobre o que esperar”, declarou a Meta.

A integração, portanto, vai permitir que DApps cripto focados em mensagens sejam integrados na rede da Meta. Confira alguns dos principais DApps cripto que podem se beneficiar da integração.

Status: Status é um mensageiro inovador baseado na blockchain Ethereum que oferece aos usuários várias funcionalidades blockchain. Além de permitir comunicação segura entre usuários, o Status atua como uma carteira cripto para criptomoedas baseadas em Ethereum. O aplicativo valoriza a privacidade do usuário e não exige informações pessoais durante a criação da conta.

Dust: Dust é um aplicativo veterano de mensagens blockchain lançado em 2014. Ele conecta usuários através de seus números de telefone celular e garante privacidade por meio de criptografia de ponta a ponta. Uma de suas características distintivas é o recurso de “dusting”, que automaticamente apaga todo o histórico de mensagens após 24 horas.

Crypviser: Crypviser é um aplicativo de mensagens blockchain altamente versátil que prioriza a segurança do usuário. Ele fornece criptografia de ponta a ponta para usuários comuns e empresas, garantindo a privacidade das comunicações de negócios. O Crypviser usa uma infraestrutura de chave pública descentralizada (DPKI) para criptografar as comunicações e armazená-las na blockchain.

Wispr: Wispr utiliza a tecnologia blockchain para fornecer aos usuários total anonimato em suas comunicações. Além de mensagens de texto, voz e vídeo, o aplicativo suporta chamadas em grupo e mensagens autodestrutivas. O Wispr emprega o Protocolo de Voz sobre Blockchain (VOBP) para garantir a segurança das comunicações do usuário.

Adamant: Adamant é um aplicativo de mensagens blockchain descentralizado focado na privacidade do usuário. Não requer registro e não acessa dados do usuário, como localização física ou lista de contatos. Todas as comunicações no Adamant são criptografadas e o aplicativo utiliza algoritmos avançados de criptografia para garantir a segurança das mensagens.

Veja também

Maternidade no Subúrbio Ferroviário de Salvador é destaque em atendimento humanizado pelo SUS

Às 7h42 de 2 de junho de 2024, a enfermeira Carina Aguiar Pitanga Suares, de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!