domingo 16 de janeiro de 2022
Foto: Reprodução/Só notícia
Home / NOTÍCIAS / Setor produtivo se une para ajudar população atingida pelas enchentes na Bahia
sexta-feira 14 de janeiro de 2022 às 08:34h

Setor produtivo se une para ajudar população atingida pelas enchentes na Bahia

NOTÍCIAS


Diante das fortes chuvas que acometem a Bahia desde dezembro de 2021, desabrigando e causando perdas materiais para inúmeras famílias, as entidades do setor agrícola do Oeste Baiano, com apoio do comércio barreirense, retomou a Campanha Solidária Plantar para Alimentar. A iniciativa arrecada donativos em toda a região para entregar aos atingidos pelas enchentes. Em várias regiões as chuvas continuam alagando casas e rompendo estradas, o que causa transtornos e, muitas vezes, o isolamento de comunidades rurais.

Duas frentes foram estabelecidas como forma de amenizar os impactos no Estado: a primeira, conta com a união entre a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e a Associação Baiana de Produtores de Algodão (Abapa), que doaram 60 toneladas de alimentos para as cidades do Sul do Estado. Na outra, as duas entidades citadas se uniram a outras instituições do agronegócio e a CDL de Barreiras para arrecadar, até o momento, mais de 54 toneladas de alimentos, material de limpeza, cobertores, roupas, calçados, fogões e outros materiais de primeira necessidade, que foram doados para cidades do oeste da Bahia.

“O setor agrícola vem, desde os anos 1980, sendo a base do desenvolvimento dessa importante região, que é o Oeste Baiano. Essa força tem sido demonstrada, também, nos momentos de dificuldade, assim como ocorreu na seca de 2014, com a doação de muitas toneladas de ração para os animais, e agora, com o auxílio às famílias atingidas pelas enchentes. Isto mostra a intensidade da nossa ligação com a terra e com a população da Bahia”, disse o presidente da Aiba, Odacil Ranzi.

A Campanha Solidária Plantar para Alimentar foi criada em 2021, no auge da pandemia, pelo Núcleo Mulheres do Agro, com o objetivo de atender as famílias que passavam por situação de vulnerabilidade por conta da redução das atividades laborais. Na época, 160 toneladas de alimentos foram distribuídas.

As doações da campanha atual continuam chegando à sede da Aiba. Até a próxima semana, o volume arrecadado e repassado ao público alvo deve alcançar 6 mil cestas básicas. Participam da coleta e encaminhamento dos donativos: Aiba, Abapa, CDL Barreiras, SPRLEM, SPRB, Núcleo Mulheres do Agro, Instituto SLC, Aprosoja Bahia, Aciagri Campo Limpo, Acrioeste, Cooperfarms e Fundação Bahia.

Veja também

Um economista progressista debate com os neoliberais

Aqui está uma entrevista com Guilherme Santos Mello. É formado pela PUC-SP, ,cientista social pela …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um dos maiores formadores de líderes empresariais do mundo nasceu no Brasil

error: Content is protected !!