domingo 17 de outubro de 2021
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Home / DESTAQUE / Secretário Fabrizzio Muller comenta sobre rodízio de placas no trânsito de Salvador
terça-feira 21 de setembro de 2021 às 05:06h

Secretário Fabrizzio Muller comenta sobre rodízio de placas no trânsito de Salvador

DESTAQUE, NOTÍCIAS


A possibilidade de Salvador implementar um rodízio entre os veículos não está descartada. De acordo com entrevista do secretário de Mobilidade da capital baiana, Fabrizzio Muller, afirmou ao Bahia Notícias, nenhum centro urbano pode descartar a medida, que impede que alguns veículos saiam às ruas em dias pré-determinados, segundo a placa.

“Nenhum centro urbano pode descartar a médio longo prazo, por mais atrativo e eficiente que seja o seu sistema. Muitas cidades optaram. Eu não gosto do rodízio, é um paliativo. Beneficia quem tem condição de ter dois carros. Ela é uma opção que funciona no curto prazo”, disse ao BN.

Muller comentou que outro formato possível é o de pedágios dentro das cidades. “Temos que tornar o transporte público atrativo, outras cidades já criaram restrições, com pagamento de pedágios urbanos. Não digo que essa é a solução imediata de Salvador”, completou.

O rodízio de veículos é utilizado em várias cidades do mundo de maneira permanente, como em Atenas, Santiago, Cidade do México, Manila, Bogotá, La Paz, San José, Quito e São Paulo. Algumas outras cidades aplicam o modelo apenas de forma temporária, como em Pequim, Milão, Roma, Paris, Londres e Nova Delhi.

No Brasil só tem uma cidade com rodízio

Em terras brasileiras, a única cidade com esse formato ativo é a cidade de São Paulo. O rodízio foi implementado através da Lei Municipal 12.490 de 3 de outubro de 1997. Em 30 de junho de 2008, a Prefeitura de São Paulo estendeu o rodízio para a circulação dos caminhões dentro do Centro Expandido.

Veja também

Congresso marca promulgação do 1% do FPM de setembro para 27 de outubro

Por meio da atuação da Confederação Nacional de Municípios (CNM), o Congresso Nacional agendou a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!