terça-feira 16 de agosto de 2022
Home / NOTÍCIAS / Salvador inicia cadastramento de pessoas com doenças neurológicas crônicas e inflamatórias imunomediadas para vacinação
terça-feira 8 de junho de 2021 às 10:36h

Salvador inicia cadastramento de pessoas com doenças neurológicas crônicas e inflamatórias imunomediadas para vacinação

NOTÍCIAS


A pessoas com doenças neurológicas crônicas também serão incluídas como público eletivo da vacinação contra a Covid-19 em Salvador. Nesta terça-feira (08) a Secretaria Municipal da Saúde inicia o cadastramento desse grupo prioritário para a estratégia.

Serão agregados aqueles com: doenças neurológicas crônicas que impactem na função respiratória, indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla, e condições similares; doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular; deficiência neurológica grave.

A partir desta terça (08), no grupo dos imunossuprimidos/imunocomprometidos passam a ser cadastrados também pessoas com doenças inflamatórias imunomediadas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia.

Cadastro

Caso a pessoa não esteja cadastrada no sistema da Saúde, a orientação é procurar a unidade onde realiza o acompanhamento para que o médico possa fazer a avaliação e inclusão do paciente na lista, caso o mesmo esteja dentro do grupo elegível pela estratégia. A orientação deve ser seguida tanto para os pacientes assistidos pela rede pública quanto a privada.

Para garantir segurança e evitar fraudes no processo de imunização, a Prefeitura disponibilizou uma plataforma virtual (www.comorbidades.saude.salvador.ba.gov.br) para viabilizar o cadastramento dos grupos prioritários. O acesso ao dispositivo é restrito ao médico que utiliza a mesmo login e senha da área restrita do site do Cremeb.

O nome do beneficiado estará disponível no portal da SMS no dia subsequente ao cadastro efetuado pelo médico.

Confira o passo a passo:

1-      Ir até o site
https://comorbidades.saude.salvador.ba.gov.br/comorbidades/FormPesquisaComprovanteComorbidades.aspx e verificar se o nome já consta na lista das pessoas elegíveis para vacinação;

2-      Caso não esteja na lista, a pessoa deve procurar o médico onde é acompanhado – tanto da rede pública quanto da rede privada;

3-      O médico vai avaliar o paciente e verificar se o mesmo está dentro dos grupos elencados pelo Plano Nacional de Imunização.

Veja também

Mais de 118 milhões de brasileiros poderão votar neste ano usando cadastro biométrico

Mais de 118 milhões de brasileiros poderão votar neste ano usando cadastro biométrico Mais de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!