quinta-feira 18 de agosto de 2022
Home / NOTÍCIAS / Recadastramento do SUS é necessário para vacinação de crianças contra Covid-19
sexta-feira 14 de janeiro de 2022 às 07:41h

Recadastramento do SUS é necessário para vacinação de crianças contra Covid-19

NOTÍCIAS, SAÚDE


Para garantir a proteção dos filhos entre 5 e 11 anos de idade com a imunização contra a Covid-19, na capital baiana, pais e responsáveis devem efetuar o quanto antes o recadastramento junto ao Sistema Único de Saúde (SUS). A atualização deve ser feita de forma on-line, através do site www. recadastramento. saude. salvador. ba. gov. br, ou presencialmente nas 155 unidades básicas da rede municipal, de segunda a sexta-feira, a partir das 8h.

Até a manhã desta última quinta-feira (13) 153.582 crianças estavam registradas no sistema para recebimento dos imunizantes. Infectologista na rede municipal de Saúde, Adielma Nizarala explica que a vacina é tão segura para as crianças como é para adultos.

“A vacina que será disponibilizada foi elaborada e testada especificamente para esta faixa etária, com pouquíssimos efeitos colaterais. Não há muita diferença do imunizante aplicado em adultos, exceto pela apresentação e pela dose menor, até porque a resposta imunológica das crianças nesta idade é grande e com pouco estímulo é possível obter um resultado mais eficiente”.

Ainda de acordo com a médica, não imunizar os pequenos significa garantir ao vírus um ambiente livre e seguro para reprodução em meio aos adultos vacinados. “Ao vacinar, elimina-se um reservatório de multiplicação desse vírus, pois atualmente somente crianças nesta faixa etária não constam no grupo elegível, sendo a única possibilidade de o vírus replicar e criar novas cepas que sejam mais resistentes à vacina”.

A infectologista reafirma que o imunobiológico é seguro e só não deve ser aplicado se a criança estiver doente no momento da dose – a imunização, então, deve ser postergada. “É preciso ainda deixar claro que o coronavírus atinge sim as crianças, podem evoluir para casos graves e até mesmo adquirir sequelas pós-Covid. Então, é preciso desmistificar essa informação de que crianças não adoecem, se agravam ou morrem da doença. Claro que são menos casos, mas podem ser bastante graves, sim”.

Termo de autorização

Além do recadastramento ou ingresso da criança no sistema SUS de Salvador, os pais ou responsáveis também devem preencher o Termo de Autorização para Vacinação, que deve ser levado ao ponto de vacinação no dia em que a criança for receber a dose. O documento está disponível para impressão no site www. saude. salvador. ba. gov. br .

Veja também

Maioria dos deputados esconde o partido nas redes sociais

Já no primeiro dia de campanha eleitoral, candidatos omitem os seus partidos conforme Lauriberto Pompeu, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!