sexta-feira 3 de dezembro de 2021
OPOSTOS - FHC e Doria de um lado, Tasso e Leite do outro: a busca de apoios em prévias separa os dois representantes da velha guarda tucana e movimenta os bastidores -  Caio Guatelli; Gov. Estado de São Paulo; Marcos Oliveira/Agência Senado
Home / NOTÍCIAS / PSDB decide contratar novo aplicativo em busca de ‘plano b’ para dar continuidade às prévias
terça-feira 23 de novembro de 2021 às 15:58h

PSDB decide contratar novo aplicativo em busca de ‘plano b’ para dar continuidade às prévias

NOTÍCIAS, POLÍTICA


O PSDB anunciou nesta terça-feira (23) que contratou um novo aplicativo em busca de um “plano B” para concluir a votação das prévias do partido.

No último domingo (21), a ferramenta inicialmente contratada pela legenda, desenvolvida pela Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul, apresentou falhas e instabilidade, o que levou à suspensão da votação. Tucanos estimam que apenas 8%, dos quase 44.000 votantes, conseguiram confirmar o voto.

As prévias vão definir quem será o candidato do PSDB na eleição para presidente da República em 2022. Os governadores Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, e João Doria, de São Paulo, e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio concorrem nas prévias.

Nesta terça, sócios da empresa RelataSoft se reuniram com representantes das três campanhas e fecharam um contrato que abrange desde a fase de testes até a conclusão da votação. Está prevista para a noite desta terça a realização de uma fase de “ataques” para checar as vulnerabilidades da ferramenta.

Isso não significa que o aplicativo usado no domingo será necessariamente substituído. Pode ser consertado e usado para dar continuidade às prévias.

A definição se essa empresa será utilizada nas prévias depende ainda de outras fases, como o resultado dos testes no aplicativo e o aval das três chapas à mudança de ferramenta. O PSDB também teve reuniões nesta terça com a desenvolvedora do aplicativo utilizado no último domingo e ainda não descartou a manutenção do sistema original.

Em nota divulgada após a reunião, a legenda informou que “ainda não foi apresentado diagnóstico do ocorrido pela Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs), desenvolvedora do aplicativo que apresentou falhas”.

“O fundamental é garantir o voto dos filiados já cadastrados. Os votos já registrados na urna e em aplicativo estão válidos e serão computados”, diz o partido.

O resultado da fase de testes deve ser divulgado nesta quarta-feira (24). A intenção do partido é concluir as prévias até o próximo domingo (28).

Divergências

A disputa se dá em meio a divergências internas e, segundo organizadores, as prévias foram a solução encontrada para viabilizar a “unidade” partidária. No entanto, as divisões do partido foram agravadas após os problemas no aplicativo impedirem a conclusão da votação. Desde domingo, os candidatos não conseguem encontrar um consenso sobre quando a votação deve ser retomada.

Em nota oficial divulgada no início da noite desta segunda-feira (22), o PSDB informou que concluirá até o próximo domingo (28) as prévias para escolha do candidato do partido a presidente da República.

A votação

Ao todo, 44,7 mil pessoas se cadastraram para votar nas prévias do PSDB. O partido previa que 700 mandatários (governadores, deputados, senadores e outros) votassem presencialmente, em urnas instaladas em um centro de convenções em Brasília, e que os demais votos fossem dados por meio do aplicativo.

No entanto, os usuários reclamaram de falhas na plataforma. Entre os problemas identificados, foram relatados erros no momento em que se tentava fazer o reconhecimento facial.

Veja também

‘Não deixarei de contribuir com o país’, diz Eduardo Leite sobre o futuro

Depois de perder as prévias do PSDB para João Doria, o governador do Rio Grande …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!