quarta-feira 19 de janeiro de 2022
Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / Prefeito será julgado por dizer que médico se aproveita para ver parte íntima de pacientes
sexta-feira 24 de maio de 2019 às 14:02h

Prefeito será julgado por dizer que médico se aproveita para ver parte íntima de pacientes

NOTÍCIAS


Um processo no mínimo inusitado vai ser julgado pela Comarca de Sapeaçu, no Recôncavo. É que o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) remeteu em decisão desta sexta-feira (24) um processo contra o prefeito George Vieira Gois por perda de foro especial [o foro privilegiado].

O fato não tem relação nenhuma com a gestão. Doutor George, como o prefeito é conhecido, é acusado de “difamar” outro médico ao espalhar áudios em redes sociais sugerindo que a vítima se aproveita da condição de urologista para “ver o pinto dos pacientes”.

O prefeito ainda teria dito que o profissional “não se assume e fica se aproveitando que é urologista para ver o pinto dos homens”, além de afirmar que “ não tem nada contra homossexuais mas ele tem que se assumir” e, por fim que “ ele é uma bicha velha”. Desde maio do ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que os gestores só tem direito a foro especial quando as acusações se referem ao mandato em vigor.

Veja também

Agronegócio: exportações do setor passam de US$ 120 bilhões em 2021

Dizer que o agronegócio sustenta a economia do País poderia até ser força de expressão …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um dos maiores formadores de líderes empresariais do mundo nasceu no Brasil

error: Content is protected !!