segunda-feira 18 de outubro de 2021
Foto: Reprodução/Reuters
Home / JUSTIÇA / Prefeito do interior de Goiás é preso por abuso sexual
quinta-feira 29 de julho de 2021 às 08:17h

Prefeito do interior de Goiás é preso por abuso sexual

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


O prefeito Assis Peixoto (PSDB), da cidade de São Simão, a 369 quilômetros de Goiânia, foi preso nesta última quarta-feira (28) acusado de crime contra a dignidade sexual de menor. Segundo o Pleno News, a prisão preventiva foi expedida pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO).

Peixoto foi preso após a Justiça de Goiás tomar conhecimento de um vídeo em que ele aparece com um menor de idade. Desde que as imagens começaram a circular na cidade, outras vítimas têm apresentado denúncia. De acordo com o Ministério Público, pelo menos seis pessoas procuraram as autoridades.

Uma das supostas vítimas é o funcionário público Luís Manuel Araújo, que contou ao jornal Extra ter sido apenas uma das “inúmeros” meninos.

– Eu fui um dos inúmeros “garotos do Assis” dentro desse município. Ontem eu denunciei ele ao promotor. E vou processá-lo por danos morais e materiais pelos abusos sexuais que fui vítima dos 9 aos 16 anos (2001 até 2007), e que mantive em segredo até hoje. Sou portador de graves transtornos mentais por isso. Muito sofrimento – escreveu.

Em um vídeo, Araújo disse que acreditava “do fundo do coração” que Peixoto havia cessado os abusos e que as violências que ele sofreu tinham sido “uma fase” na vida do prefeito. O jovem também afirma que perdoa o gestor.

No entanto, ele conta que, assim que recebeu o vídeo incriminador do prefeito com um menor de idade, percebeu que “coisas que aconteciam há 20 anos continuam acontecendo exatamente até hoje, e sabe-se lá até quando iriam acontecer se a gente não tomasse uma atitude”.

– Preciso fazer isso para me libertar do que aconteceu e tocar minha vida em frente. Hoje eu sou um cara com traumas, tomo cinco medicamentos psiquiátricos antes de dormir, desde início do tratamento engordei 30 quilos, tenho problemas de memória, de concentração e por conta disso tenho dificuldades profissionais e de relacionamento – afirmou.

A Justiça também expediu conforme o Pleno News, mandados de busca e apreensão contra o prefeito. Promotores e policiais recolheram evidências na sede da Prefeitura de São Simão e em um hotel que pertence a Peixoto.

– Em razão de os supostos crimes envolverem menores, o processo corre em segredo de justiça. Detalhes do caso só poderão ser divulgados após a conclusão das investigações. Todos os mandados, expedidos pela Vara Judicial de São Simão, foram cumpridos – informou o MP-GO, por meio de nota.

Veja também

Ponte Salvador-Itaparica deve atender todos os requisitos de navegabilidade e trafego marítimo, diz engenheiro

Atualmente, o trajeto entre Salvador e a ilha de Itaparica pode ser feito de três …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!