sábado 23 de outubro de 2021
Foto: Divulgação/Gov. Bahia
Home / EMPREGOS / Ponte e obras: Governo Rui assina 120 protocolos de intenções que vai gerar milhares de empregos
domingo 19 de janeiro de 2020 às 09:09h

Ponte e obras: Governo Rui assina 120 protocolos de intenções que vai gerar milhares de empregos

EMPREGOS, NOTÍCIAS, POLÍTICA


Serão investidos R$ 8,8 bilhões e a criação de 10,4 mil novos postos de trabalho na Bahia

“Graças ao Senhor do Bonfim, foram assinados um total de 120 protocolos de intenções, com previsão de R$ 8,8 bilhões em investimentos e criação de 10,4 mil novos postos de trabalho na Bahia. Atualmente, o Estado da Bahia tem 343 empreendimentos em processo de implantação, com investimentos de R$ 35 bilhões e oferta potencial de 44,7 mil novos empregos. Em 2019, foram investidos R$ 3,9 bilhões e gerados 3,9 mil novos empregos pelos 63 empreendimentos implantados”.

Essas palavras são do vice-governador João Leão (PP), secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE), que, na quinta-feira (15) aproveitou do dia do Senhor do Bonfim, para subir a Colina Sagrada, como a maioria dos fiéis, e agradeceu pessoalmente ao padroeiro dos baianos pelas vitorias alcançadas em 2019 em especial pela concretização da licitação para construção da ponte Salvador-Ilha de Itaparica.  “Com fé em Senhor do Bonfim, daqui há 4 anos, voltaremos para agradecer a inauguração da “Bonitona”. Na sexta, executivos da CRCC e eu visitamos a área onde deverá ser iniciada as obras da ponte”, comentou com alegria.

Ponte Salvador -Itaparica

O grupo chinês China Railway Construction Corporation Limited (CRCC) é detentor de uma das empresas que compõe o consórcio vencedor da licitação, a CR20. O consórcio tem um ano para elaborar o projeto definitivo e outros quatro anos para construir o equipamento. A gestão e a administração da ponte terá a duração de 30 anos com investimento de R$ 5,4 bilhões e aporte do Estado de R$ 1,5 bilhão. A previsão é que sejam gerados 7 mil empregos durante a obra, desta que será a segunda maior ponte da América Latina.

Na última quarta-feira 15, executivos da empresa China Railway Construction Corporation Limited (CRCC) visitaram a área onde deverá ser iniciada as obras da ponte Salvador-Ilha de Itaparica, uma fábrica de pré-moldados, na região de Valéria, e o Porto de Salvador. O grupo chinês é detentor de uma das empresas que compõe o consórcio vencedor da licitação, a CR20. “Estamos estudando a melhor viabilidade de infraestrutura viária na região, o suporte para a construção civil, conhecemos as áreas e os dois túneis da Via Expressa, onde será o início da ponte. Mostramos onde será o marco dessa importante obra. Ou seja, o processo está iniciado e espero, daqui a 4 anos, anunciar a inauguração da nossa ‘Bonitona’”, disse Leão.

O vice-governador se reuniu com a comitiva da China, composta por Tian Yiaoyu, executivo responsável pela CRCC na América Latina, e Liu Zhiyuan, gerente Sênior da CRCC para América Latina na sede da SDE, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). O grupo chinês criou a empresa CRCC Investimentos, no ano passado, para participar de todos os investimentos da China na América do Sul.

Energias

Ainda na Lavagem do Bonfim, o vice-governador João Leão fez um balanço do desempenho positivo do setor de Energias Renováveis da Bahia em 2019. “O Estado liderou nacionalmente a geração de energia por fonte eólica (31,8%) e solar fotovoltaica (33,7%) no ano passado. A geração da primeira cresceu mais de 50% em relação a 2018, enquanto o crescimento da segunda foi de mais de 70% em relação ao ano anterior”, afirma.

Atualmente, a Bahia tem 165 parques eólicos em operação, com capacidade instalada de 4GW, com 20 municípios beneficiados, onde já foram investidos R$ 16,3 bilhões. “Foram gerados mais de 22,1 mil empregos diretos na fase de construção dos parques que já estão em operação. São mais 43 parques em construção e 40 parques em construção não iniciada, com previsão de investimento de R$ 8,5 bilhões e geração de 33,8 mil empregos diretos e indiretos”, antecipa.

Em todo o Estado são 29 parques fotovoltaicos em operação, com 777 MW de capacidade instalada, onde já foram investidos R$ 3,8 bilhões, em 7 municípios beneficiados. Foram gerados mais de 10,1 mil empregos diretos na fase de construção dos parques que já estão em operação. Em 2019, a geração distribuída, modalidade que gera energia elétrica próxima ou no local de consumo, cresceu 100% em relação a 2018, foram inseridas no sistema 2.862 unidades geradoras, acrescentando 29,92 MW de potência. As informações são do jornal Tribuna da Bahia.

Veja também

Macron e Biden avançam na restauração da confiança após crise bilateral

Os presidentes da França, Emmanuel Macron, e dos Estados Unidos, Joe Biden, tiveram uma nova …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!