segunda-feira 15 de julho de 2024
Foto: Divulgação
Home / DESTAQUE / Polo de Camaçari: 46 anos contribuindo para o desenvolvimento da Bahia
terça-feira 9 de julho de 2024 às 10:43h

Polo de Camaçari: 46 anos contribuindo para o desenvolvimento da Bahia

DESTAQUE, NOTÍCIAS, RMS


O Polo Industrial de Camaçari completou no último dia 29 de junho, 46 anos de uma trajetória vitoriosa, marcada por uma atuação versátil, empreendedora e inovadora na busca de novas oportunidades de investimentos, geração de empregos e potencialização de mercados. Mantém-se, assim, como grande vetor de desenvolvimento da Bahia, com especial ênfase para os municípios vizinhos de Camaçari, Dias d ‘Ávila e áreas de influência regional, confirmando a posição de maior Complexo Industrial Integrado do Hemisfério Sul. Com mais de 80 empresas em operação e investimento global de 16 bilhões de dólares, o Polo gera cerca de 40 mil empregos (10 mil diretos e 30 mil indiretos) e tem faturamento da ordem de 15 bilhões de dólares/ano.

Responsável por 15% das exportações baianas, o Polo de Camaçari responde por 22% do Produto Interno Bruto da indústria de transformação da Bahia, com uma capacidade produtiva superior a 12 milhões de toneladas/ano (produtos químicos, petroquímicos básicos, intermediários e finais). O Polo contribui ainda com uma receita superior a R$ 3 bilhões/ano em ICMS para o Estado da Bahia e com mais de 90% da receita tributária de Camaçari e Dias D´Ávila. Na área social, as empresas associadas ao Cofic investiram mais de R$ 15 milhões nos últimos dois anos, beneficiando comunidades vizinhas nas áreas de influência do Complexo Industrial.

Embora tenha a química e petroquímica como área de maior densidade industrial, o Polo de Camaçari é um complexo diversificado (daí a sua denominação atual de Polo Industrial de Camaçari), com empresas operando também nos seguintes segmentos: celulose, automotivo, pneus, metalurgia do cobre, têxtil, bebidas, fertilizantes, fármacos, energia eólica, bebidas e serviços (incluindo logística).

As empresas do Polo de Camaçari concentram esforços para manter suas operações de forma segura para os trabalhadores e comunidades próximas, promovendo também a permanente qualificação e formação profissional em seus quadros laborais, além de programas de sustentabilidade com ênfase na responsabilidade socioambiental. As ações e programas desenvolvidos nesta área beneficiam comunidades vizinhas ao Complexo Industrial e de suas áreas de influência, incorporando cada vez mais em suas atividades as premissas da ESG (Enviromental, Social and Governance).

Sustentabilidade

As empresas do Polo de Camaçari têm a sustentabilidade entre suas prioridades, como desafio permanente na implementação de medidas de proteção ao meio ambiente, por meio de programas e estratégias voltados para racionalizar o uso de água, promover a redução das emissões de carbono, inovar em práticas sustentáveis no campo operacional e disseminar a cultura do reaproveitamento de resíduos. Um dos exemplos é a gestão ambiental integrada e contínua existente no Polo, sob a responsabilidade da Cetrel, a primeira empresa brasileira com atuação voltada para esse fim em um complexo industrial de grande porte.

No campo da segurança hídrica, empresas como Braskem, Unigel, Indorama (ex- Oxiteno) Bayer, entre outras, têm contabilizado resultados acima do satisfatório, seja na redução do volume de captação de água e geração de efluentes, seja na economia de perdas de água para resfriamento de suas unidades. Algumas empresas desenvolvem ainda programas de coleta, tratamento e utilização de água da chuva na produção. Para reduzir as emissões de dióxido de carbono (CO2) e outros gases de efeito estufa associados às atividades industriais, destaque para a participação das empresas no programa de Descarbonização Sustentável, desenvolvido pelo Senai Cimatec para auxiliar as indústrias nesse processo.

Outra vertente da gestão ambiental no Polo é a realização de eventos para discussão, difusão e aprimoramento de práticas de sustentabilidade e troca de experiências entre as empresas, instituições parceiras e comunidades, como o 4º Fórum de Sustentabilidade do Polo de Camaçari, que aconteceu no último dia 6 de junho durante a Semana do Meio Ambiente no Polo, e a terceira edição do Seminário de Sustentabilidade e Gestão Ambiental, que será realizado nos dias 16 e 17 de julho, conjuntamente pelo Cofic e Inema.

Veja também

Alexandre de Moraes retira sigilo de áudio de “Abin paralela” de Bolsonaro; ouça

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta segunda-feira (15) a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!